Ronaldinho Gaúcho ensaia o adeus: "Quero sair do Flamengo pela porta da frente", disse

Ronaldinho Gaúcho ensaia o adeus: "Quero sair do Flamengo pela porta da frente", disse

Cercado por dezenas de jornalistas ao fim da partida, o jogador deu declarações

Personagem principal de uma turbulenta semana rubro-negra, o craque Ronaldinho Gaúcho foi também protagonista do clássico entre Flamengo e Vasco. O camisa 10 anotou o gol da vitória do clube rubro-negro sobre o rival, por 2 a 1, na tarde deste sábado, no Engenhão. Após marcar o pênalti nos acréscimos, o craque deu sinais de que o adeus pode estar próximo em entrevista ainda dentro de campo.

Cercado por dezenas de jornalistas ao fim da partida, o jogador deu declarações enigmáticas, já que sua permanência na Gávea é incerta. O jogador tem contrato até julho de 2014, mas existe uma grande possibilidade de o vínculo entre Ronaldinho e Flamengo ser rescindido.

?Estava com saudade de ganhar. E no Flamengo é assim, tem que dar um algo mais. Sempre fui tratado com carinho pela torcida, desde que cheguei ao clube e quero sair daqui assim, pela porta da frente? disse Ronaldinho, sem entrar em detalhes sobre uma possível saída.

Insatisfeito com o ambiente no Flamengo após a derrota para o Emelec na Copa Libertadores, Ronaldinho Gaúcho irá pedir rescisão de seu contrato com o clube, conforme informou na quinta-feira. O camisa 10 deseja deixar o Rubro-Negro por causa da pressão e dos protestos organizados pelos torcedores nos últimos dias. Ele só espera a definição do futuro do Flamengo na Libertadores e no Estadual do Rio para confirmar a saída. Os dirigentes estão desesperados com a possibilidade de perder o craque.

A presidente Patricia Amorim considera que a saída de Ronaldinho seria um fracasso para a sua gestão. O ano de 2012 ainda é eleitoral, e a rescisão com o Gaúcho é péssima para a sua imagem.

Além disso, ter o jogador durante pouco mais de um ano e encerrar um contrato que vale até o final de 2014 sem garantir um patrocinador forte ou fazer uma grande jogada de marketing vinculada à imagem de Ronaldinho também seria preocupante para os cartolas rubro-negros.

Após a derrota para o Emelec, Ronaldinho se tornou o principal alvo dos torcedores. Com ovos, os rubro-negros esperaram pela delegação no desembarque no Rio de Janeiro na quinta-feira, mas não encontraram os jogadores. No dia seguinte, eles foram ao centro de treinamento do clube e atacaram o ônibus da equipe com ovos. Apenas Felipe - do time titular - estava dentro do veículo.

A concentração do Flamengo, na Barra da Tijuca, também foi palco de protestos. Na sexta-feira à noite, torcedores foram ao hotel com faixas e instrumentos para criticar o desempenho dos atletas.

Fonte: UOL