Ronaldo convoca Neymar, Ganso e Roberto Carlos

Fenômeno torce pelo amigo de Timão, defende ida dos meninos do Santos

A um dia do anúncio da lista de convocados para a Copa do Mundo, Ronaldo deu seus pitacos sobre quem deverá ir à África do Sul. Reconhecendo que só estará no Mundial por um milagre, o Fenômeno rasgou elogios aos santistas Paulo Henrique Ganso e Neymar, defendeu a presença do flamenguista Adriano, e disse torcer pela inclusão do corintiano Roberto Carlos na relação dos 23 escolhidos pelo técnico Dunga.

- Eu torço como todo o Brasil está torcendo. O Neymar e o Ganso estão jogando realmente muita bola. O Neymar repetiria uma história que foi muito bem sucedida, primeiro com Pelé, com 17 anos, e depois comigo ? afirmou, durante evento de lançamento de seu Twitter oficial em parceria com uma empresa do ramo de telefonia, na região dos Jardins, em São Paulo.

Ronaldo apoiou também a convocação de Ronaldinho Gaúcho, do Milan, parceiro dele nas Copas de 2002 e 2006. Segundo ele, o meio-campista recuperou o bom futebol do período glorioso do Barcelona. Além disso, aposta que Adriano também será chamado, mesmo estando jogando pouco pelo Flamengo.

- O Ronaldinho vai ser convocado. Isso é zero de informação. É só opinião. Ele voltou a jogar um grande futebol no Milan. Tenho certeza que o Adriano estará. O Dunga confia nele e ele não decepcionou quando foi convocado. Ele tem muito potencial para nos representar bem ?

acrescentou.

O Fenômeno também elogiou o futebol apresentado pelo amigo e companheiro Roberto Carlos. Para o camisa 9, o lateral-esquerdo merece uma nova oportunidade na seleção brasileira pelo que vem atuando e pelo técnico Dunga não ter encontrado até o momento um titular para a

posição.

- Gostaria muito que ele fosse. Ele jogou muita bola no primeiro semestre e é uma posição que o Dunga teve muito problema para confiar em alguém. Todos nós sabemos o quanto o Roberto Carlos é confiável. Eu gostaria que ele fosse ? disse.

O craque, aliás, não acredita que será convocado por conta do desempenho instável que teve no primeiro semestre da temporada.

- Acho muito difícil. Esse primeiro semestre foi difícil, não joguei tão bem quanto no ano passado. Apesar de que tem pouca gente jogando muito por aí. Mas acho minha convocação bastante difícil. Eu tenho um patrocinador de telefone, a seleção tem outro e o Dunga outro. A não ser

por um milagre, eu estarei aqui acompanhando tudo ? completou.

Fonte: Globo Esporte