Ronaldo diz estar envergonhado com os atrasos que geram problemas para a Copa no Brasil

Ronaldo diz estar envergonhado com os atrasos que geram problemas para a Copa no Brasil

Fenômeno lamenta imagem que o Brasil

O ex-atacante Ronaldo, membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, disse que se sentiu envergonhado pelo modo como o Brasil se preparou para receber o torneio. Em entrevista à ?agência Reuters? nesta sexta-feira, em São Paulo, o Fenômeno voltou a defender a realização do torneio, mas fez ressalvas.

- E de repente chega aqui é essa burocracia toda, uma confusão, um disse me disse, são os atrasos. É uma pena. Eu me sinto envergonhado, porque é o meu país, o país que eu amo, e a gente não podia estar passando essa imagem para fora - afirmou o ex-jogador.

Ronaldo lamentou a forma como as coisas foram conduzidas. Segundo ele, perdeu-se muito tempo. Mas a Copa, na visão do ex-jogador, não é a culpada pelos problemas do Brasil.

- As pessoas olham o Mundial como o grande vilão do nosso país e não é. A gente não pode esquecer que o nosso Brasil não era essa maravilha toda antes da Copa do Mundo. Era igual ou pior.

Por isso, o problema é o legado que fica para a população.

- Os estádios, de uma maneira ou outra, vão estar prontos. Agora, o legado que fica para a população mesmo, as obras de infraestrutura, de mobilidade urbana, aeroportos... É uma pena que tenham atrasado tanto - acrescentou.

Ronaldo só não gostou quando foi questionado sobre a declaração do escritor Paulo Coelho. O ex-jogador foi chamado de "imbecil" pelo escritor, após ter tido que não se fazia Copa com hospitais e sim com estádios, em referência aos protestos contra o Mundial.

- Acho uma tremenda falta de respeito, foi completamente deselegante uma pessoa pública como ele, sem ter conhecimento do que realmente aconteceu, me ofender gratuitamente da forma como ele me ofendeu. Eu admiro muito ele, os livros dele são ótimos, mas você recebe uma ofensa gratuita como essa, você perde um pouco da admiração. Não sei o que fiz para ele. Mas cada um fala o que quer, até papagaio fala.

Fator Klose

Maior artilheiro da história das Copas, com 15 gols, Ronaldo pode ser ultrapassado pelo alemão Klose, com 14. O jogador da seleção europeia, aliás, disse recentemente, que seu objetivo é roubar a marca do Fenômeno, que não se mostrou muito incomodado com a situação.

- Não vou fazer um grande esforço (para torcer contra Klose). O que eu fiz está na história e ninguém tira. Se ele for capaz de fazer mais gols do que eu, é mérito dele. Não vou secar muito, vou acompanhar, curtir a Copa do Mundo sem pensar nisso. Não tenho nenhuma pretensão de que esse recorde fique para o resto da vida.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com