Ronaldo estreia em vitoria do Coringão

Timão faz 2 a 0 no time goiano

Ronaldo joga 27 minutos, e Corinthians avança à segunda fase da Copa do Brasil

Timão faz 2 a 0 no time goiano, elimina o jogo de volta e vê sua maior estrela voltar aos gramados após 387 dias

Na primeira partida do Corinthians na Copa do Brasil , a vitória por 2 a 0 sobre o Itumbiara, no estádio Juscelino Kubitschek, na noite desta quarta-feira, parece ter sido um mero detalhe. Depois de um ano e 20 dias, o atacante Ronaldo voltou a pisar em um gramado para uma partida oficial, desta vez com a camisa do time do Parque São Jorge.

O maior artilheiro da história das Copas do Mundo não marcou - os gols foram marcados por Chicão e André Santos. Mas deu um toque de classe ao jogo que, na maior parte do segundo tempo, caiu no marasmo. Nos 27 minutos em que esteve em campo, foram poucas as oportunidades que teve. Fora das quatro linhas, tanto no banco de reservas quanto na saída do gramado após o apito final, tumulto. Tanto que ele acabou sendo atingido por um microfone do olho, tamanha era a ânsia de conseguir uma palavra do astro sobre a partida.

Agora, a prova de fogo do Fenômeno ficará para o próximo domingo, quando o Corinthians enfrenta o Palmeiras , pelo Campeonato Paulista . Na competição estadual, o novo camisa 9 do Timão deve ter seu primeiro grande teste, justamente contra o maior rival do Alvinegro, em Presidente Prudente. O torneio tem o Alviverde como líder com 28 pontos, três a mais que o Corinthians.

Pela Copa do Brasil, o time paulistano enfrenta o Misto-MS na próxima fase. E fará com que o Fenômeno viaje pelo país, na tentativa de encantar novamente as torcidas e provar que ainda pode jogar em alto nível.

Buscando eliminar o jogo de volta, o Corinthians iniciou a partida pressionando o time da casa. Com Dentinho, o time paulistano teve a primeira oportunidade do jogo, quando arriscou contra a meta de Max, aos quatro minutos.

Aproveitando-se de Douglas, principal articulador das jogadas do Timão na primeira etapa, o time de Mano Menezes tentava abrir o placar. No entanto, as investidas esbarravam na falta de pontaria da dupla Jorge Henrique e Souza.

E, com isso, foi o Itumbiara que acabou levando mais perigo ao gol de Felipe. Apostando nos veteranos Denílson, Túlio e Caíco, o time goiano teve duas boas oportunidades de abrir o marcador. Aos 32 minutos, Túlio recebeu na entrada da área pelo lado direito e tenta encobrir o arqueiro alvinegro. Bem posicionado, o lateral Fabinho impediu que o Corinthians sofresse o primeiro gol do jogo. Cinco minutos depois foi a vez de Pachola testar Felipe, mas o chute de longe se perdeu por cima da travessão.

E quando o Itumbiara parecia estar mais próximo do gol, foi o Corinthians quem conseguiu a vantagem. Leandro Carvalho fez pênalti em Jorge Henrique. Na cobrança, Chicão, artilheiro do time na temporada agora com sete gols, não deu chances para Max e colocou o Timão na frente, aos 45 minutos, para alegria de Ronaldo e da torcida que lotou o estádio Juscelino Kubitschek.

Timão amplia, e Ronaldo faz seu retorno

Com uma composição diferente depois da saída de Dentinho para a entrada de Morais, o Corinthians voltou para a segunda etapa com um meio-campo bem mais equilibrado. E logo aos quatro minutos ampliou o placar.

Depois do chute de Boquita desviar na zaga do Itumbiara, André Santos aproveitou a sobra e, de pé direito, marcou o segundo gol do Timão. Na comemoração, abraços no companheiro de quarto Ronaldo, que ainda estava na reserva.

Após o gol corintiano, o jogo caiu no marasmo. Sem Túlio, o Itumbiara vivia de parcas tentativas de Denílson. E a partida só ganhou um ânimo extra aos 22 minutos, quando Ronaldo voltou a pisar num gramado para jogar, após 387 dias parado.

Os gritos das arquibancadas pareciam impulsionar o Fenômeno ao ataque. E ele poderia ter tido sua primeira tentativa de gol com a camisa do Corinthians aos 30 minutos, quando Douglas viu o camisa 9 fechando pelo meio, mas preferiu arriscar contra a meta de Max. Na bola fora, lamentações dos torcedores, que ansiavam por uma estreia de luxo de Ronaldo. Três minutos depois, Douglas voltou a testar Max, mas errou novamente.

Alheio ao retorno do Fenômeno, o Itumbiara passou a se mostrar mais na partida após os 30 minutos. Landu era a principal arma dos goianos e quase marcou aos 39, em bobeira da zaga corintiana. Mas era tarde para qualquer coisa.

No resumo da noite, festa corintiana para Ronaldo. Os 27 minutos em Itumbiara marcaram o novo recomeço do Fenômeno no futebol. E torcida para um novo sucesso não lhe falta.

Fonte: AE/G1