Ronaldo Fenômeno teria sofrido uma crise cardíaca na Copa de 98, segundo TV italiana

Ronaldo Fenômeno teria sofrido uma crise cardíaca na Copa de 98, segundo TV italiana

O programa "La Tribù del calcio" (A Tribo do Futebol), da emissora Premium Calcio, ouviu especialistas

Um programa da TV italiana, que vai ao ar hoje à noite, promete revelar que Ronaldo Fenômeno sofreu uma crise cardíaca no dia da final da Copa do Mundo de 1998. E que o jogador correu sério risco por ter disputado a decisão contra a França, que foi perdida pela seleção brasileira por 3 a 0, no dia 12 de julho de 1998. Até agora, as especulações são de que o jogador havia sofrido uma crise epilética.

O programa "La Tribù del calcio" (A Tribo do Futebol), da emissora Premium Calcio, ouviu especialistas, incluindo o cardiologista e professor Bruno Carù, para quem Ronaldo "arriscou muito" ao disputar o jogo.

Carù sustenta que os médicos que atenderam o Fenômeno teriam errado totalmente seu diagnóstico e até receitado medicação equivocada, pondo em risco a vida de Ronaldo. Na época da Copa da França, ele era jogador do Internazionale, de Milão.

Foi o médico do Inter, doutor Volpi, quem entregou aos produtores do programa toda a documentação médica em poder do clube sobre o caso de Ronaldo para que fossem examinados por Carù, considerado uma autoridade mundial na área cardiológica.

Epilepsia ou coração?

De acordo com as notícias que vazaram sobre a gravação do programa, Carù sustenta que Ronaldo estava assistindo a uma corrida de Fórmula 1, deitado em sua cama, e, sem se dar conta, dobrou a cabeça de forma estranha, o que levou a uma alteração de sua frequência cardíaca, da pressão e da irrigação sanguínea. Isso teria sido a causa das convulsões de Ronaldo, que foram confundidas com uma crise epilética.

Fonte: Extra, extra.globo.com