Ronaldo pede nova invasão da Fiel

Naquela semifinal de Brasileirão, das 146.043 mil pessoas no estádio, calcula-se que cerca de 60 mil eram corintianas

Quando Fluminense e Corinthians se enfrentaram pela semifinal do Campeonato Brasileiro de 1976, no jogo conhecido como a invasão corintiana ao Maracanã, Ronaldo tinha apenas 74 dias de vida. Ele conhece a história só ?de ouvir falar? e diz que gostaria que o cenário se repetisse na próxima quarta-feira, quando Flu e Timão duelam pelas quartas de final da Copa do Brasil.

- Sempre ouvi falar dessa invasão de 76 e não acreditava. Quero ver isso novamente na quarta - disse Ronaldo, nesta sexta-feira, durante sabatina no jornal ?Folha de S. Paulo?, num teatro da capital paulista.

Naquela semifinal de Brasileirão, das 146.043 mil pessoas no estádio, calcula-se que cerca de 60 mil eram corintianas (diferentes versões da época variam entre 50 e 70 mil). Ruas, calçadões e praias do Rio foram tomados pelos alvinegros. O jogo terminou empatado (1 a 1) e o Corinthians conseguiu a classificação para a decisão na cobrança de pênaltis. Alguns dias depois, porém, perderia o título para o Internacional.

- O corintiano é diferente. É uma paixão que não dá para traduzir em palavras.

No atual duelo com o Fluminense, o Corinthians joga pelo empate. Por ter vencido o Tricolor na última quarta-feira, 1 a 0, no Pacaembu, agora leva a vantagem para o Maracanã. Se passar, provavelmente pegará na semifinal o Vasco, que goleou o Vitória por 4 a 0. No domingo, diante do Botafogo, também no Rio, Ronaldo deve ser poupado para a partida com o Flu.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com