Ronaldo sofre com bomba de gás, cutuca Romário e admite falhas na Copa das Confederações

Ronaldo sofre com bomba de gás, cutuca Romário e admite falhas na Copa das Confederações

Membro do COL (Comitê Organizador Local da Copa), ele começou falando de como foi atingido pelo gás de uma bomba atirada pela polícia.

Na manhã deste sábado, Ronaldo concedeu uma entrevista coletiva no hotel Sheraton de Salvador, o mesmo em que o estafe da Fifa se hospedou antes de Brasil x Itália. Membro do COL (Comitê Organizador Local da Copa), ele começou falando de como foi atingido pelo gás de uma bomba atirada pela polícia contra manifestantes que tentaram invadir o local, na quinta.

O ex-jogador também cutucou o deputado Romário, ferrenho crítico da CBF. "Não adianta só apontar o dedo, tem que fazer alguma coisa ". E discordou de Pelé, dizendo que o povo não pode esperar a Copa das Confederações passar para fazer reivindicações.

Pelé havia pedido para os brasileiros esquecerem as manifestações e pensarem na seleção, apesar de ser favorável aos protestos.

Ronaldo também se disse arrependido da antiga declaração que deu afirmando que não se faz Copa com hospitais e pediu desculpas aos que se sentiram ofendidos, após recente polêmica nas redes sociais. Além disso, ele admitiu que a Copa das Confederações apresenta algumas falhas.

Bomba de gás

"Chegamos a Salvador na quinta. Os manifestantes vieram para o hotel, quebraram um ônibus dos árbitros e a polícia reagiu com bombas de gás. Eu estava aqui em cima (ao lado da piscina) e o vento trouxe o gás. Meus olhos arderam, foi muito ruim. Não tive medo porque eu também sou do povo, reivindico exatamente tudo o que o povo reivindica. Fifa e o COL estão acompanhando a movimentação. Queremos ver uma competição sem violência, sem ninguém sair ferido. Para isso foi pedido mais segurança para os árbitros, delegações, estádios, para que não haja violência. Todos estão gostando de ver como uma mobilização popular pode dar um rumo ao país. Se eu não fosse do COL, iria nas manifestações, não sei se daria certo [risos]."

Discurso de Dilma

"Acho que a presidente saiu para dar satisfação ao povo. Tá todo mundo exigindo mudança. Ela prometeu o que está todo mundo pedindo. Apoio toda manifestação pacífica. O povo está vendo que com manifestações dessa magnitude consegue melhorar as coisas."

Corrupção

"Não são só os 20 centavos [das passagens de ônibus], o povo quer o fim da corrupção, quer escolas, educação. Estamos nessa situação não por falta de dinheiro. É por causa de desvio de dinheiro, o povo não é contra a Copa, é contra a corrupção. Os protestos, dessa forma, foram surpreendentes, mas o povo está cansado de ver o país com tanta riqueza viver nesse caos. A Fifa e o COL não constroem estádios, não contratam empreiteiras. Só acompanham. E o povo está cansado é de ver superfaturamento, roubalheira. Fifa e COL não têm nada com isso. [Tem] que responsabilizar os responsáveis pelos desvios. É a grande oportunidade de o Brasil receber grandes investimentos. Isso não justifica os desvios, os altos custos."

Arrependimento

"Estou arrependido da forma como disse aquela frase ["Copa não se faz com hospitais"]. Peço desculpas aos que se sentiram ofendidos. Mas o contexto inicial continua valendo. Você não faz Copa sem estádios, mas não quer dizer que não dá para fazer Copa e hospitais. O PIB (Produto Interno Bruto) do país bate recorde. Não é uma escolha: fazemos a Copa ou fazemos hospitais. Somos quem mais paga imposto no Mundo, o dinheiro só precisa ser bem investido. Lógico que fiquei chateado, porque me envolveram de maneira maldosa. Venho de origem humilde, conquistei tudo com suor, sofrimento, muitas operações. Esse vídeo [com a declaração] foi manipulado e tendencioso. Todo mundo sabe não se faz copa do mundo sem estádio tinha que fazer."

Falhas na Copa das Confederações

"Não que eu esteja decepcionado, mas estamos a um ano da Copa e estamos em um evento teste que é a Copa das Confederações. Vemos muitos erros, muitos defeitos. A Copa do Mundo é sim um evento que não pode ter erro. A principal falha até agora é na acessibilidade, no transporte, o povo está reclamando."

Pretensão política

"Não tenho nenhuma pretensão de virar politico. Precisamos de políticos novos. Que olhe para o povo para fazer o que o povo quer. A minha história é uma história muito linda, preciso preservá-la. Não quero, de repente, acabar entrando num sistema em que não queria estar."

Romário

"Não tenho absolutamente nada para falar do Romário. Eu vejo, não só o Romário, vejo muita gente se aproveitando para ganhar uma medalhinha. Vivemos um momento de reflexão. Precisamos de soluções para melhorar o Brasil e não só ficar apontando o dedo para fulano e ciclano, sendo que o Brasil precisa de mudanças. Gostaria de mudar, mas não tenho cargo público e político, ele [Romário] tem."

Pelé

"Eu não concordo com o que o Pelé disse. O Brasil não pode esperar. O Brasil acordou e não pode esperar. Hoje vemos o maior movimento dos últimos anos, talvez da história. E veio tarde esse movimento. Temos de aproveitar ao máximo e exigir mudanças no país."

Seleção espanhola roubada

"A gente lamenta qualquer ato no nosso país, principalmente com uma delegação do exterior. É lamentável, mas acontece no mundo todo. Já fui roubado no quarto e hotel no exterior."

Cargo no COL

"No COL sou o primeiro voluntário. Não ganho um centavo. E se alguém provar que ganhei um centavo do COL eu peço para ir preso. A minha função no COL foi sempre de levantar o Brasil. Fazer com que o brasileiro se sinta orgulhoso de ser atenção do mundo. Eu sabia que ia ter a possibilidade de falar com o povo. A gente tem de aproveitar isso também. Das decisões, eu não participei e não servir de escudo para os outros. Mas agora estou fazendo quase nada no COL, pois estou comentando os jogos para Globo."

Comentarista

"Estudo os adversários com a ajuda de um programa na internet, que tem as estatísticas. Tem sido bacana, porque vejo coisas que poderiam me ajudar quando era jogador. Está sendo legal, por causa da dinâmica, é muito rápido. A bola chega na intermediária e tenho que passar para o Galvão. É só até a Copa. Realmente é uma adrenalina diferente. E todos os brasileiros entendem de futebol. Tem que falar coisas diferentes."

Seleção

"Evoluiu muito desde o primeiro jogo que vi, contra a Inglaterra. A equipe está muito consistente, equilibrada."

Neymar

"Está bem. Menos participativo, contudo está mais decisivo. Todos têm que marcar, só eu que não marcava, não por desobediência, mas porque não conseguia. É lógico que a seleção precisa muito do Neymar. É uma estrela mundial, decisivo. Mas o Brasil precisa de um time também e já montou esse time. Atacando bem, defendendo bem."

Espanha

"Está em um nível superior em relação a todos os outros. O Brasil, por jogar em casa, é uma força muito grande. Tem a energia da torcida cantando o hino, tem que fazer isso sempre, ajuda muito. E jogando como nos últimos três jogos, vai ser uma final linda, se os dois chegarem."

Brasil x Itália

"Acertei os palpites dos dois jogos anteriores. Nesse, vocês me pegaram de surpresa. Vou falar 1 a 0 Brasil."

Fonte: UOL