Rosberg brilha na China e vence pela primeira vez na carreira

Rosberg brilha na China e vence pela primeira vez na carreira

Button perde chance de vitória após problema em pit stop.

Nico Rosberg teve um fim de semana inesquecível em Xangai. Um dia depois de conquistar uma inédita pole position, o piloto voltou a brilhar e conseguiu sua primeira vitória na carreira em 111 corridas na Fórmula 1. O alemão de 26 anos fez boa largada e imprimiu um bom ritmo de prova no início. Ele chegou a ter a vitória ameaçada por Jenson Button, mas o britânico teve problemas no pit stop na 39ª volta e perdeu segundos preciosos, deixando o caminho livre para o piloto da Mercedes cruzar a linha de chegada na primeira posição. Companheiro de Button na McLaren, Lewis Hamilton encontrou motivos para sorrir na penúltima volta: com uma ultrapassagem sobre Sebastian Vettel, da RBR, ele garantiu o terceiro lugar no pódio e assumiu a liderança do campeonato.

Com mais uma boa exibição, Bruno Senna voltou a marcar pontos. Após largar em 14º, o brasileiro fez uma corrida madura e terminou na sétima colocação, uma posição à frente do companheiro de Williams, Pastor Maldonado. Bruno chegou aos 14 pontos, mas apesar do bom resultado, caiu da oitava para a nona posição no Mundial de Pilotos, sendo superado por Rosberg, vencedor da etapa chinesa.

Situação bem diferente de Bruno vive Felipe Massa, que continua zerado na tabela. O piloto da Ferrari mais uma vez não conseguiu um bom ritmo de corrida e ficou apenas com o13º lugar. Massa optou por uma estratégia de duas paradas nos boxes, mas foi incapaz de superar o companheiro Fernando Alonso, que, com três pit stops, chegou em nono. Por pouco a prova não terminou para os brasileiros logo na primeira curva. Massa precisou frear mais forte para evitar colidir com a Lotus de Romain Grosjean e acabou sendo tocado na traseira por Bruno, que teve a asa dianteira da Williams danificada.

Os pilotos voltam à pista no próximo fim de semana, para o polêmico GP do Bahrein, que chegou a ser ameaçado por problemas de segurança no país. O treino classificatório está marcado para as 8h de sábado, e a corrida, para 9h de domingo - ambos transmitidos pela TV Globo e acompanhados em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.



Boa largada de Rosberg

Nem parecia que era a primeira vez de Rosberg na pole. O alemão largou bem e manteve a ponta sem ser ameaçado (veja no vídeo ao lado). Os dois pilotos da McLaren também fizeram ótimas largadas. Button pulou da quinta para a terceira posição, enquanto Hamilton subiu de sétimo para quinto. Massa e Bruno levarm um susto com o toque logo no início. É a segunda vez que os brasileiros se chocam na temporada - a primeira foi no GP da Austrália, em que ambos tiveram que abandonar.

Rosberg logo abriu vantagem confortável na liderança. Em dez voltas, colocou 4s de vantagem sobre o companheiro de Mercedes, Michael Schumacher. A prova do heptacampeão acabou cedo. Na 13ª volta, o alemão teve um problema na roda dianteira direita no pit stop e abandonou a corrida poucas curvas após sair dos boxes.

McLaren atrapalha Button

Enquanto Rosberg administrava a liderança, a dupla da McLaren ganhava posições. Bem ao seu estilo técnico e pragmático, Button mantinha um bom ritmo. O britânico chegou a assumir a liderança na 35ª volta, mas quatro passagens depois, os mecânicos da McLaren erraram no pit stop. Resultado: o piloto perdeu segundos valiosos na luta pela vitória, praticamente entregando o ouro para Rosberg. Mesmo assim, o inglês ainda conseguiu terminar na segunda colocação. Quem completou o pódio foi seu compatriota Hamilton, após ganhar a posição de Vettel na penúltima volta. O bicampeão, que tinha largado em 11º, ainda perdeu mais um posto, para o companheiro de RBR, Mark Webber, mas fechou a boa corrida de recuperação no quinto lugar.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com