Rubens Barrichelo nega mágoa de Schumacher

Rubens Barrichelo nega mágoa de Schumacher

Schumacher foi punido por manobra perigosa contra Barrichello

O piloto Rubens Barrichello, da Williams, voltou a comentar o polêmico episódio do Grande Prêmio da Hungria, quando quase foi jogado para cima do muro após ultrapassar o alemão Michael Schumacher. O brasileiro assegurou nesta terça-feira que não guarda nenhum tipo de mágoa do ex-companheiro de Ferrari.

Para Barrichello, remoer os problemas do passado não traz nenhum benefício. "A vida é feita de respeito ao próximo e perdão. Não recebi nenhuma carta nem nada dele, apenas vi pela imprensa. Não vou ganhar nada falando que já comi muita coisa ruim por causa daquele cara. Não tenho mágoa nenhuma e tenho minha opinião, que falei naquela situação", disse.

A respeito do próximo Grande Prêmio, na Bélgica, onde completará a marca de 300 corridas na Fórmula 1, o piloto destacou a motivação após sete anos competindo na categoria.

"O grande barato é estar com motivação ainda. Nunca foi imaginado (chegar ao GP 300). Não é uma coisa à que eu fico me apegando, mas um dia vou falar isso para os meus netos. Também não posso imaginar se alguém vai bater essa marca algum dia ou não. Afinal, a Fórmula 1 nunca para".

Fonte: Terra, www.terra.com.br