Rubinho é o 2º no primeiro treino livre; Webber na ponta

Rubinho roda, mas vence o primeiro duelo contra Button; Webber é o mais rápido

 Líder da temporada, britânico termina em sétimo Rubens Barrichello rodou na pista, conseguiu uma recuperação nos minutos finais e fez o segundo melhor tempo (1m12s874) do primeiro treino livre no autódromo de Interlagos. De quebra, superou o líder da temporada e seu companheiro na Brawn GP, Jenson Button - o britânico foi apenas o sétimo colocado.

Quem roubou a cena durante a manhã chuvosa desta sexta-feira, no entanto, foi o australiano Mark Webber, da RBR, com 1m12s463. O outro piloto da equipe, o alemão Sebastian Vettel - que ainda tem chance de ser campeão -, terminou em terceiro (1m12s932). Veja as melhores fotos! Quando os pilotos começaram a ligar os motores, nuvens negras cobriam o céu na região do autódromo. A temperatura atmosférica era de 19 graus, e a da pista, 21.

Nos boxes da Ferrari, com fones nos ouvidos, Felipe Massa matava a saudade acompanhando o desempenho de Kimi Raikkonen e Giancarlo Fisichella. Rubinho chegou a Interlagos sem a camisa do Corinthians, vestimenta que virou seu amuleto na temporada. Mas foi Button quem primeiro entrou em ação, aproveitando a pista seca, já que o desempenho da Brawn costuma ser melhor nessa condição. O britânico, no entanto, voltou logo para os boxes, e os mecânicos fizeram alterações no bico do carro.

Quando o cronômetro marcava 20 minutos, uma chuva fina começou a cair. A esta altura, o mais veloz era Raikkonen (1m14s021), seguido pelo francês Sébastien Buemi, da STR, e por Barrichello. O espanhol Fernando Alonso foi o primeiro sentir os efeitos da pista molhada. Derrapou e foi parar na grama. Logo depois, o britânico Lewis Hamilton, da McLaren, superou Raikkonen (1m13s187), mas viu Rubinho, aos 32 minutos, em sua 15ª volta, ?tirar? dele o melhor tempo: 1m31s21. Após dois minutos, porém, Vettel baixou ainda mais: 1m12s932.

A chuva apertou, e todos os pilotos entraram nos boxes para trocar os pneus. A pista, porém, secou rapidamente, e Heikki Kovalainen foi o primeiro a voltar. Restavam ainda 35 minutos, mas Romain Grosjean fez com que o treino parasse mais uma vez. Ele acertou uma placa de publicidade e espalhou detritos pelo chão.

A turma da limpeza teve de entrar em cena, e a pista só foi liberada a 25 minutos do fim. Hamilton baixou seu melhor tempo (1m13s048), e Webber tomou a ponta, com 1m12s805. Kazuki Nakajima e Kovalainen também superaram Rubinho e fizeram com que o brasileiro caísse da segunda para a sexta colocação. Button amargava a nona. A pista úmida deu trabalho aos pilotos.

Alonso saiu dela três vezes e terminou em 16º. Barrichello chegou a ficar atravessado, depois de tocar na parte interna da zebra. A cinco minutos do fim, o brasileiro conseguiu fazer uma volta veloz e retornar à segunda posição: 1m12s900. Na última tentativa - 32ª volta - melhorou ainda mais: 1m12s874. Era pouco para superar Webber, que tinha agora 1m12s463 e garantiu a liderança. Button ficou atrás deles, de Vettel, de Kovalainen, de Hamilton e de Nakajima.

Fonte: g1, www.g1.com.br