Fora da F-1, Rubinho já dá como certa sua ida para Indy

Barrichello deve confirmar a ida para a KV Racing, equipe pela qual corre Tony Kanaan.

Faltam apenas alguns detalhes. Mas até Rubens Barrichello já dá como certa a sua transferência para a Indy. O piloto brasileiro, que ficou sem vaga na F-1 nesta temporada, convocou para esta quinta-feira uma entrevista coletiva na qual anunciará seus planos para 2012.


Rubinho já dá como certa sua ida para Indy

Barrichello deve confirmar a ida para a KV Racing, equipe pela qual corre Tony Kanaan, seu amigo e principal incentivador da mudança para a categoria americana. Ainda não há nada assinado, mas é apenas uma questão de tempo.

Campeão da Indy em 2004, Kanaan inclusive estará ao lado de Barrichello no evento.

Foi graças à insistência dele que o ex-ferrarista resolveu ir aos EUA, no mês passado, para dar algumas voltas "de brincadeira" e experimentar um Indy pela primeira vez.

A "brincadeira" começou a ficar séria assim que Barrichello deu as primeiras voltas no circuito de Sebring. Girando tempos tão competitivos quanto os dos pilotos da Indy em tempo integral, Barrichello se empolgou e aumentou em um dia seu planejamento inicial de treinos.

Deixou a Flórida com uma proposta para correr pela KV ao lado de Kanaan --o venezuelano E.J. Viso também é piloto da equipe-- e a promessa de que o time iria tentar achar patrocinadores para viabilizar a transferência.

Neste final de semana, Barrichello voltou aos EUA para nova bateria de testes, desta vez no circuito de Sonoma.

Aplaudido pelos torcedores que acompanhavam os treinos, Barrichello voltou a mostrar um bom desempenho. No sábado, foi o sexto dentre os seis que treinaram, cerca de 1s5 mais lento do que Ryan Briscoe, o mais rápido.

No domingo, terminou com o quarto melhor tempo, à frente inclusive de Kanaan.

"Foi ótimo conhecer o circuito de Sonoma, uma pista bem difícil de aprender, mas que, se tudo der certo e eu for mesmo disputar a temporada da Indy pela KV, terá sido uma experiência valiosa para o resto do ano", afirmou Barrichello ao site da emissora norte-americana Speed TV.

"É incrível trabalhar ao lado de um "irmão" como o Tony, que está superempolgado em me ver correndo na Indy", completou o piloto.

Antes de voltar ao Brasil, Barrichello, 39, passará alguns dias em Miami, onde precisa resolver algumas burocracias relativas à eventual transferência para a Indy.

Fonte: Folha.com