Rubinho revela telefonema de Bruno após fechar com a Williams

Enquanto aproveita férias no kart, piloto revela ligação de Bruno Senna


Rubinho revela telefonema de Bruno Senna após fechar com a Williams
Quando leu as notícias e recebeu a ligação de Bruno Senna na semana passada, Rubens Barrichello se viu perdido. Pela primeira vez, depois de 19 anos, o piloto encarava um futuro em branco, indefinido. Sem lugar na Williams, por onde correu nos últimos dois anos, Rubinho tem as opções limitadas na Fórmula 1. Enquanto repensa seus próximos passos, aproveita as férias em Nova York da melhor maneira que pode: na pista.

Nos Estados Unidos, Barrichello tem passado o tempo livre no kart. Além disso, aceitou o convite do amigo Tony Kanaan para fazer testes na equipe KV Racing, da Fórmula Indy. Ele, no entanto, ainda não desistiu de um lugar na categoria onde construiu a maior parte de sua carreira.

- Tem que realmente sorrir para tudo isso. Se acontecer, vai ser um grande barato. Se não acontecer, vivi essa sensação por 19 anos. Mas se me perguntar ?Você quer que aconteça?", eu quero sim! Porque foi sempre a minha vida. Então, a Fórmula 1 continua em aberto - disse, na primeira entrevista após a saída da Williams, com exclusividade ao Jornal Nacional.

Barrichello fez questão de agradecer a Bruno Senna, seu substituto na Williams, pela postura. O piloto desejou sorte e elogiou o amigo após o anúncio da equipe.

- O Bruno me ligou, ele estava até chateado. Mas foi uma coisa legal ter ligado. E desejo a ele toda a sorte do mundo.

Nesta semana, Barrichello já moldou o banco do carro da Indy no qual fará testes. Na Fórmula 1, apenas uma vaga no grid oficial continua vago: na modesta Hispania.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com