Ruy Cabeção queria estar na África do Sul

Na reestreia da Série B do Brasileirão o time vai enfrentar o América-MG

Treinando com o grupo do Brasiliense para a volta da Série B do Brasileiro após a Copa do Mundo, o lateral-direito Ruy Cabeção lamenta por não poder acompanhar os jogos do Brasil junto com os familiares. Mais do que isso, ele brinca e afirma que gostaria de estar na África.

- Em época de Copa do Mundo, jogo do Brasil, é difícil ficar concentrado. Nossas famílias estão juntas para curtir a seleção e torcer. Primeiro, a gente tinha era vontade de estar lá jogando (risos). Mas nós estamos aqui, abrindo mão disso e de muita coisa por conta do nosso objetivo, que é o acesso. Mas tenho certeza que vamos colher os frutos no fim do ano.

Apesar de estar ligado no Mundial, Ruy já pensa na reestreia do time na Série B, contra o América-MG, dia 13 de julho.

- O América está bem, em segundo na tabela e está passando por um processo de reestruturação. O projeto é voltar a ser a terceira força de Minas Gerais e isso passa por uma grande aposta nas categorias de base. É mais um concorrente direto por uma das vagas para a Série A.

Atualmente, o Jacaré ocupa a 12ª colocação, com dez pontos ganhos. No entanto, a distância para o grupo dos quatro primeiros colocados é de apenas quatro pontos.

- Se voltarmos e vermos que estamos em condições de brigar pela zona de classificação, temos que colocar o pé no chão e dar um passo de cada vez. Senão, temos que pensar tudo de novo.

Fonte: R7, www.r7.com