Saiba como pode ficar o Brasileirão após onze jogos simultâneos neste domingo, 29

As esperanças são-paulinas se apoiam em uma combinação de tropeços dos concorrentes: além de ter de vencer o Goiás

Dez jogos simultâneos. Às 17h deste domingo (horário de Brasília), tem início a 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, que pode tanto decretar o heptacampeonato do São Paulo quanto ver o Flamengo assumir a ponta e, até mesmo, terminar com Inter e Palmeiras de volta à briga pelo título. Na parte de baixo da tabela, seis clubes tentam garantir mais uma semana de fôlego na briga contra o rebaixamento na competição.

As esperanças são-paulinas se apoiam em uma combinação de tropeços dos concorrentes: além de ter de vencer o Goiás, no Serra Dourada, o líder Tricolor, com 62 pontos, torce por uma derrota do Fla e para que Palmeiras e Inter não vençam suas partidas.

- Precisamos manter o equilíbrio durante os 90 minutos. Não mostramos o nosso verdadeiro futebol nos começos das partidas. E isso preocupa contra o Goiás. Afinal, eles já demonstraram no jogo contra o Flamengo que entrarão em campo buscando a vitória ? disse o técnico tricolor Ricardo Gomes.

Na cola do time do Morumbi, com 61 pontos, mas surpreendido pela perda de seu artilheiro, Adriano, às vésperas do duelo com Ronaldo e Cia., o Rubro-Negro encara o Corinthians, em Campinas, sonhando com repeteco de tropeço do Tricolor Paulista no domingo passado, quando a equipe do técnico Ricardo Gomes foi derrotada e abriu as portas da liderança para a equipe da Gávea, que não conseguiu aproveitar a oportunidade e ficou no empate sem gols com o Esmeraldino, diante do Maracanã lotado.

Dois outros duelos completam a briga pelo posto mais alto da classificação. No Palestra Itália, o Verdão, com 59 pontos ? atacado em uma emboscada no fim da tarde deste sábado ?, recebe o Atlético-MG, com 56, em confronto direto por uma vaga na Libertadores. O Colorado, também com 59, vai à Ilha do Retiro encarar o já rebaixado Sport.

G-4 pode ter times empatados em pontos

Se a briga pela taça foi a mais acirrada dos tempos do Brasileirão por pontos corridos, a disputa ainda pode chegar ao seu ponto máximo. Caso os tricolores paulistas sejam derrotados, os rubro-negros voltem a empatar e tanto Palmeiras quanto Inter saiam vitoriosos de seus jogos, a rodada do domingo, 6 de dezembro, verá o embate entre quatro equipes empatadas com 62 pontos. Nesse caso, o Inter assumiria a ponta pelo critério de desempate por vitórias - 18 a 17 sobre os rivais - e o Palmeiras ficaria com a vice-liderança, pelo saldo de gols.

Ainda com chances matemáticas de ser campeão, mas focado na briga por uma vaga no G-4 e impulsionado pela rivalidade com os atleticanos, o Cruzeiro (56) pega o Coritiba, do técnico Ney Franco, um dos envolvidos na briga contra a degola, na 14ª colocação, com 44 pontos.

Santo André e Náutico podem dar adeus

O Fluminense tenta se refazer da goleada sofrida para a LDU na quarta-feira (5 a 1) e recebe o Vitória, no Maracanã, em jogo que pode tirar os tricolores do Z-4 pela primeira vez desde a décima rodada. Os baianos, na 13ª colocação, com 47 pontos, vão a campo pela primeira vez após o anúncio de que o técnico Vagner Mancini está de saída do clube, motivados pela disputa por uma vaga na Sul-Americana.

- Temos que ser inteligentes e saber diferenciar. Estamos com cinco vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro. Será que vamos deixar tudo isso ir por água abaixo? Vamos lutar com todas as forças para conseguirmos a vitória e a saída da zona de rebaixamento ? disse Cuca, preocupado com os efeitos da derrota em Quito.

A guerra contra a degola tem dois confrontos diretos. Na Arena da Baixada, o Atlético-PR recebe o Botafogo em duelo que pode condenar uma das duas equipes à zona de rebaixamento, em caso de vitória do Flu. No ABC Paulista, Santo André e Náutico ? ambos com 38 pontos - se agarram ao que resta de chances de permanecer na elite do futebol brasileiro. Além do desespero, os times dividem duas obrigações ? vencer e torcer para que haja um vencedor no confronto entre Furacão e Alvinegro ? em caso de empate em Curitiba, Ramalhão e Timbu dão adeus à Primeira Divisão já neste domingo.

Apenas duas partidas da penúltima rodada não interferem diretamente nas duas extremidades da tabela. No Olímpico, Grêmio e Barueri duelam, em jogo cuja principal atração é a despedida do meia Tcheco da torcida gaúcha. Na Ressacada, o técnico Silas faz sua penúltima partida no comando do Avaí contra o Santos, de Vanderlei Luxemburgo.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com