Sanchez diz não se importar com Ronaldo "gordo, bebendo e fumando"

Ele disse que não costuma "perseguir" os atletas do Corinthians fora de campo.

O presidente Andrés Sanchez voltou a defender a importância de Ronaldo para o Corinthians. Em entrevista que será exibida pela Rede CNT no próximo domingo, o mandatário relevou qualquer descuido profissional que o astro de seu time possa apresentar.

"Mesmo ele gordo, bebendo, fumando, namorando e fazendo o que quiser, é melhor do que todos que estão aí", advogou Sanchez, que não costuma "perseguir" os atletas do Corinthians fora de campo.

Recentemente, ao recordar o episódio em que Ronaldo se atrasou para retornar à concentração do time em Presidente Prudente porque havia passado a madrugada em uma boate (em 2009, na companhia do demitido Antônio Carlos), Sanchez ironizou. "Infelizmente, eu não estava junto", brincou o presidente. O atacante só foi multado por não cumprir o horário estabelecido por Mano Menezes.

Sanchez também exaltou os torcedores de seu clube e a construção do estádio em Itaquera. "Pesquisas dizem que, de três a cinco anos, a torcida do Corinthians será a maior do país", afirmou. "A Zona Leste sempre foi uma região muito carente, que receberá atenção por causa do estádio", concluiu.



Fonte: Terra, www.terra.com.br