Santa Cruz supera sufoco no fim e vence o Inter em casa

Comandante do time pernambucano tem alívio nas cobranças

Os treinadores de futebol convivem com a cobrança diária por melhores resultados. A derrota por 1 a 0 para o Santa Cruz, na tarde deste domingo (10), foi a quarta consecutiva do Internacional no Campeonato Brasileiro. O resultado obtido na 14ª rodada, no estádio do Arruda, coloca ainda mais pressão sobre Argel Fucks. A sua manutenção no Beira-Rio passa a ser uma incógnita.

Com o revés deste fim de semana, o Colorado permanece com 20 pontos e na oitava posição do principal torneio nacional. O time não obtém um triunfo desde a oitava rodada, quando venceu o Atlético-MG, na capital gaúcha, por 2 a 0. Desde então, são cinco reveses e um empate. 


Milton Mendes também chegou ao jogo deste domingo pressionado. O triunfo, contudo, dá um alívio ao treinador. Os seus comandados, com o placar, findam um jejum de cinco derrotas consecutivas. O resultado coloca a equipe na 18ª colocação, com 14 pontos, um a menos que o Coritiba, primeiro fora da zona de rebaixamento. 

O JOGO 

Em campo, as ações dos jogadores demonstravam por que os técnicos estão pressionados. A ineficiência ofensiva foi a tônica do primeiro tempo. O visitante abusou das bolas aéreas. Eduardo Sasha e Fabinho criaram as melhores oportunidades da equipe. O atacante tentou finalização de bicicleta, enquanto o volante exigiu boa defesa de Tiago Cardoso em peixinho da entrada da área. 

O mandante, por sua vez, se limitou a finalizações de longa distância e lances de bola parada. Uillian Correia e João Paulo, por pouco, não marcaram de fora da área. O gol dos pernambucanos saiu em falta na intermediária. João Paulo fez levantamento na área em busca de Neris. Na sobra, Keno acertou o ângulo de Muriel. 

Os minutos iniciais da etapa complementar deram indícios de que o jogo poderia melhorar. As duas equipes tiveram boas oportunidades de balançar a rede. Ernando aproveitou escanteio cobrado por William e cabeceou firme, exigindo ótima intervenção de Tiago Cardoso. Pelo lado do mandante, Artur acertou o travessão de Muriel em ótima jogada de Keno. 

Na sequência do confronto, Santa Cruz e Internacional voltaram à morosidade da primeira etapa. Os lances de ataque tornaram-se cada vez mais escassos. Contudo, Eduardo Sasha aproveitou toque de Fabinho para acertar a trave direita de Tiago Cardoso. E não foi suficiente para garantir pelo menos um empate ao visitante do pressionado Argel Fucks.

Fonte: Com informações do Terra