Santos apresenta na vila o "Neymar do Pará"

Santos apresenta na vila o "Neymar do Pará"

Reforço santista era estrela no Paysandu. Agora, chega de mansinho, tentando se firmar

"Salvador do Papão", "Neymar do Pará". O atacante Moisés chega ao Santos repleto de apelidos superlativos e agora corre para suprir as expectativas não só de santistas, mas de paraenses, que o consideram das maiores promessas do futebol do Norte do Brasil nos últimos tempos. Ele estreou no time principal do Paysandu no início do ano, foi artilheiro do Campeonato Paraense, com 13 gols, e eleito a revelação da competição.

Apresentado nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé, o jogador, de 21 anos, é tratado como estrela em Belém (PA), sua terra natal. Nos últimos dias, muitos jornalistas da capital paraense congestionaram as linhas da assessoria de imprensa do Peixe, interessados em falar com o jogador.

Tímido, Moisés tem noção da sua popularidade no Pará, mas sabe e espera que as coisas no Santos tomem uma proporção muito maior. Por isso, se apressa a renegar comparações com a estrela santista. Diz que o apelido ?Neymar do Pará? ficou em Belém.

- Não quero mais ser reconhecido assim. Antes, ele estava numa equipe grande e eu, no Payandu. Hoje, estou ao lado dele para ajudar o Santos.

Moisés assinou contrato com o Peixe até o dia 31 de julho de 2011. Parte dos direitos econômicos do jogador foram adquiridos por um grupo de empresários encabeçado pelo iraniano Kia Joorabchian e repassado ao clube da Vila Belmiro. Os investidores pagaram R$ 600 mil ao Paysandu por 80%. Os outros 20% seguem pertencendo ao Papão. O Santos pode entrar na divisão, comprando 40% dos investidores. Para isso, tem até o término do contrato para pagar R$ 1 milhão.

O reforço já está inscrito no Campeonato Brasileiro, mas ainda não tem condições físicas de jogar. Ele estrá treinando no clube há uma semana.

República do Pará

Nascido em Belém, há 21 anos, Moisés tenta seguir os passos de dois conterrâneos ilustres, que se tornaram ídolos da torcida alvinegra: Giovanni e Paulo Henrique Ganso. Aliás, o novo jogador alvinegro chega ao clube indicado por Júlio Chagas de Lima, o Papito, irmão de Ganso.

- É uma felicidade imensa chegar a um clube que revelou tantos jogadores e abriu as portas para outros paraenses. Essa é uma grande oportunidade que estou tendo e espero agarrar - afirmou o jogador, que lembrou ainda o lateral-direito Pará, outro santista que nasceu no estado do Norte.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com