Santos decide o título hoje para coroar meninos da Vila

Santos decide o título hoje para coroar meninos da Vila

Meninos da Vila tentam encerrar semestre histórico com título de âmbito nacional

Mesmo com a conquista incontestável do Campeonato Paulista, o Santos de 2010 enfrenta às 21h50 desta quarta-feira (4) o Vitória, na final da Copa do Brasil, para dar justiça a um dos times mais talentosos das últimas décadas no futebol brasileiro e fazer a equipe de Dorival Júnior finalizar sua caminhada com um título de importância nacional.

Com a volta de Robinho para o futebol europeu, a saída de André para o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, e a possível debandada de craques como Neymar e Paulo Henrique Ganso em breve, o time que encantou o país no primeiro semestre e goleou adversários profissionais como se jogasse torneios de várzea tentará dançar, pela última vez com todos os garotos juntos, o ritmo da conquista da Copa do Brasil, um título inédito na história santista.

Para isso, o time pode até perder por um gol de diferença no enlameado gramado do estádio do Barradão. Isso ocorre porque o Peixe venceu por 2 a 0 a partida de ida, disputada na Vila Belmiro na semana passada. Um triunfo do Vitória por 2 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outra vitória rubro-negra por dois gols de diferença beneficia o clube paulista. Para os baianos serem campeões diretamente, precisam vencer com três gols de vantagem.

Mesmo buscando um feito merecido para uma geração que jogou um ótimo futebol e tem 100% do seu ataque convocado para a seleção brasileira, o Santos deve ter muita torcida contra nesta quarta. As provocações dos Meninos da Vila aos adversários e as inúmeras demonstrações de imaturidade, realçadas nesta semana pelo vídeo publicado no Twitter por Zé Eduardo, Madson e Felipe, fizeram a equipe somar muitos críticos nos quesitos extracampo.

No Peixe, ninguém quer saber de se apoiar na vantagem adquirida, principalmente o técnico Dorival Júnior.

- O Santos nunca alterou o seu comportamento em campo e não vai ser nesse momento, jogando contra um adversário forte como o Vitória, em sua casa, o Barradão, que vai ser diferente. A nossa equipe vai continuar priorizando atacar. Não podemos mudar o padrão de jogo de um time que se mostrou eficiente.

Apostando na vocação ofensiva de sua equipe, o treinador santista irá manter o esquema com três atacantes, com Neymar, Robinho e André. Com isso, Marquinhos, autor do segundo gol na vitória do Peixe no confronto de ida, fica como opção no banco de reservas.

Na lateral esquerda, o jovem Alex Sandro agradou a Dorival no primeiro duelo e deve ficar com a posição de titular, já que o veterano Léo não teve uma sequência de jogos para readquirir a sua melhor condição física, após ter ficado parado por conta de uma lesão na coxa esquerda.

Preparado para a decisão, o único ponto que ainda preocupa o Peixe é o estado do gramado do Barradão. Como no último final de semana, as chuvas castigaram o campo do Rubro-Negro, os atletas sabem que terão de mostrar muita raça e superação para que as más condições do gramado não atrapalhem o desempenho do Santos.

Já no Vitória, todos têm consciência de que a tarefa de reverter a vantagem construída pelo Alvinegro Praiano não é das mais fáceis, mas também não é impossível. Para o técnico Ricardo Silva, os seus comandados não podem se lançar desordenadamente ao ataque. Afinal, os santistas possuem um contra-ataque muito rápido e que costuma ser bastante eficiente.

- Vamos ter que mudar um pouco a nossa maneira de atuar. Nós precisamos levantar a cabeça na hora de fazer o último passe e errar o mínimo possível. Temos que jogar com mais inteligência em campo e falar mais. É preciso ter tranquilidade. Sabemos das nossas qualidades e limitações, mas vamos jogar em busca do resultado.

Para a final, o treinador baiano não poderá contar com o volante Vânderson, que recebeu o terceiro cartão amarelo na primeira partida da decisão, e está suspenso. Ricardo Silva deve escalar Bida em seu lugar.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA X SANTOS

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Data: 4 de agosto de 2010, quarta-feira

Horário: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)

Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Erich Bandeira (Fifa-PE)

VITÓRIA: Viáfara; Nino (Gabriel), Wallace, Anderson Martins e Egídio; Neto Coruja, Bida, Fernando (Renato) e Ramon (Júnior); Elkeson e Schwenck

Técnico: Ricardo Silva

SANTOS: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Alex Sandro; Arouca, Wesley e Paulo Henrique Ganso; Neymar, Robinho e André

Técnico: Dorival Júnior

Fonte: R7, www.r7.com