Santos goleia Cruzeiro e ajuda o Corinthians

Santos goleia Cruzeiro e ajuda o Corinthians

Neymar fez o quarto gol da goleada santista sobre o Cruzeiro

Em busca da primeira vitória depois da saída do técnico Dorival Júnior após a polêmica com Neymar, o Santos recebeu neste sábado o Cruzeiro na Arena Barueri, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo movimentado e com bom número de chances criadas, o time alvinegro foi melhor e venceu por 4 a 1, resultado que alivia o ambiente no clube.

Com o a vitória, o time da Baixada Santista, que havia caído para o sétimo lugar depois da derrota para o Corinthians, chegou aos 38 pontos e subiu para a quinta posição. Já os visitantes, que estavam invictos há nove jogos, desperdiçaram grande oportunidade de se manterem colados nos líderes da competição, permanecendo na terceira colocação, com 44 pontos.

Paulistas e mineiros fizeram um primeiro tempo equilibrado, com chances de gols para ambas as equipes. O Santos começou melhor, mas o Cruzeiro melhorou e deixou a partida mais igual, principalmente depois que o meia Montillo passou a aparecer. A primeira oportunidade de gol foi aos 11min, com Marcel. O atacante dominou a bola dentro da área e bateu forte para o gol, mas mandou por cima.

Aos 22min, a equipe celeste respondeu com Thiago Ribeiro. Após boa troca de passes no ataque, o atacante foi lançado na grande área pelo lado direito e chutou cruzado, mandando à direita de Rafael. Dois minutos depois, Fábio salvou. Roberto Brum roubou bola no meio-campo e tocou para Marcel. O camisa 9 invadiu a área e finalizou com força, parando nos pés do arqueiro adversário.

Aos 34min, Thiago Ribeiro chutou forte, rasteiro, de fora da área. A bola explodiu na trave direita, bateu nas costas do goleiro Rafael e saiu com muito perigo pela linha de fundo. Dez minutos depois, o camisa 11 recebeu bom passe de Montillo e finalizou outra vez com perigo.

Na volta da segunda etapa o time mandante começou melhor. O Cruzeiro entrou mais recuado, retraído, bem diferente da forma apresentada no primeiro tempo. Com isso, o Santos cresceu e não demorou para abrir o placar.

Aos 9min, Neymar tocou para Zé Eduardo que, na entrada da área pelo lado esquerdo, bateu cruzado, com força. O goleiro Fábio fez a defesa e deu rebote. Na sobra, o centroavante Marcel foi mais rápido que a defesa mineira e tocou para o gol, no contrapé do arqueiro do Cruzeiro.

Aos 15min, Neymar fez boa jogada e enfiou para Danilo. O lateral finalizou na saída de Fábio, mas o zagueiro Edcarlos, em cima da linha, evitou o segundo gol santista. Dois minutos depois, o Santos ficou com um jogador a menos. Zé Eduardo deu um tapa no rosto de Diego Renan, recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Apesar da desvantagem numérica, o time alvinegro ampliou aos 24min. Marquinhos cobrou falta pelo lado esquerdo no primeiro pau e Edu Dracena desviou para o fundo das redes.

Aos 32min, Rafael salvou o Santos. Montillo cobrou falta e mandou para a área. O atacante Farías subiu mãos alto que Durval e cabeceou no canto esquerdo. O goleiro santista saltou na bola e espalmou para escanteio. Três minutos depois, o arqueiro fez outra boa defesa, mas não impediu o gol de Thiago Ribeiro.

Robert recebeu pelo lado esquerdo e chutou cruzado com força, obrigando Rafael e pular no canto e espalmar para o lado. O camisa 11 cruzeirense aproveitou o rebote e, de primeira, acertou um belo chute no ângulo direito.

Apesar de encostar no marcador e contar com um jogador a mais, o Cruzeiro não conseguiu chegar ao gol de empate na Arena Barueri. Com a vantagem, o Santos se fechou na defesa, passando a explorar os contra-ataques. Aos 42min, Roger bateu falta de longe e Rafael fez boa defesa.

Aos 43min, em rápido contra-ataque, Alex Sandro recebeu na esquerda, deu belo drible em Elicarlos, carregou, invadiu a área e deu um lido toque de cobertura sobre Fábio, que apenas assistiu ao lance, fazendo o terceiro.

Ainda deu tempo para mais um. Aos 46min, Neymar recebeu pelo lado direito, invadiu a área, driblou o zagueiro Caçapa e chutou no canto direito de Fábio, pondo números finais no confronto.

Fonte: Terra, www.terra.com.br