Santos vence Ituano por 1 a 0, segue invicto e mantém liderança do Paulista

Santos vence Ituano por 1 a 0, segue invicto e mantém liderança do Paulista

Com a vitória, o Santos chega aos mesmos dez pontos da Ponte Preta

Após um empate no sufoco contra o Bragantino, o Santos voltou a convencer no Campeonato Paulista. Mesmo fora de casa, o líder da competição dominou o jogo e bateu o Ituano por 1 a 0, com outro gol de Cícero. A partida ainda foi marcada por uma incidente com Neymar, que acusou o técnico adversário de racismo, o que foi negado por Roberto Fonseca.

Com a vitória, o Santos chega aos mesmos dez pontos da Ponte Preta, mas está na liderança do Paulista por causa do saldo de gols. No próximo jogo o time da Vila Belmiro terá o clássico contra o São Paulo. Já o Ituano está com dois pontos, fica próximo da zona de rebaixamento e buscará recuperação contra o Mirassol, no sábado.

O Santos foi para o jogo com uma escalação mais ousada. Sem o lesionado Arouca, Muricy optou por escalar Miralles e fez o time jogar no 4-3-3. Além disso, Renê Junior deu lugar a Adriano, também por lesão. Com tantas mudanças, o time da Vila Belmiro teve dificuldades para se adaptar e criou pouco. Uma das poucas chances de gol só veio aos 18min, quando Neymar cobrou falta com perigo, defendida pelo goleiro Anderson.

Com o Ituano pouco criativo, o primeiro tempo teve pouca emoção e só foi agitado por uma polêmica. Neymar discutiu com o treinador do Ituano, Roberto Fonseca, alegando ter sido chamado de "macaco". Ele chegou a reclamar de racismo para o quarto árbitro da partida, mas o técnico se defendeu na saída para o vestiário: "ele ouviu errado, eu chamei ele de "cai-cai"", argumentou.

Mas no segundo tempo o Santos esqueceu a polêmica e resolveu jogar futebol. Já aos 3min, Cícero acertou um chute cheio de efeito, de fora da área, e marcou seu terceiro gol pelo time. Apenas cinco minutos depois, a vantagem poderia ter sido ampliada, já que Miralles chutou sem goleiro, mas acertou um zagueiro do Ituano.

No final do segundo tempo Neymar voltou a ser protagonista da partida. Primeiro ele fez uma bonita jogada e tentou marcar por cobertura, mas a bola acertou o travessão. Depois, aos 41min, ele sofreu um carrinho de Leandro Silva, que acabou expulso do jogo. Com um a mais, o Santos administrou sem problemas mais uma vitória no Campeonato Paulista.

Ficha técnica

ITUANO 0 x 1 SANTOS

Gol

SANTOS: Cícero, aos 3min do segundo tempo

ITUANO: Anderson; Leandro Silva, Cléber, Vitor Hugo e Patrick; Marcinho Guerreiro, Luciano (Kleiton Domingues), Cambará e Fernando Gabriel; Marcão (Adaílton) e Michel (Tiago Bezerra)

Treinador: Roberto Fonseca

SANTOS: Rafael; Bruno Peres, Jubal, Durval e Guilherme Santos; Adriano, Cícero e Montillo (Pinga); Miralles, André (Felipe Anderson) e Neymar

Treinador: Muricy Ramalho

Cartões amarelos

SANTOS: Durval

Árbitro

Leonardo Ferreira Lima

Local

Estádio Novelli Junior, em Itu (SP)

Fonte: Terra