Santos vence por 1 a 0 no Mineirão e aumenta crise do Cruzeiro

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta a Ponte Preta

Image title


Se faltava a primeira vitória fora de casa para, finalmente, estar decretada a ascensão do Santos, ela não falta mais. Com um golaço de Ricardo Oliveira, o Santos venceu o Cruzeiro por 1 a 0, no Mineirão, aumentou sua invencibilidade para dez jogos e chegou à nona posição no Brasileirão. Mais presente no campo de ataque, o Cruzeiro até criou mais chances que o Santos, mas, ao contrário da equipe santista, não mostrou eficiência ao finalizar. Com a derrota, o time celeste cai para a 16ª posição e só não está na zona de rebaixamento, por ter mais vitórias que o Goiás, 17ª colocado.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta a Ponte Preta na quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Moisés Lucarelli e, dependendo dos desdobramentos da derrota deste sábado, pode ter um novo treinador no comando. O Santos recebe a Chapecoense, na quinta, às 19h30, na Vila Belmiro.Pressionado e precisando da vitória a todo custo, o Cruzeiro começou a partida pressionando o Santos no campo de defesa, mas sem criatividade para criar jogadas. A primeira chance do time da casa veio apenas aos 12 minutos, em chute perigoso de Marcos Vinícius, que foi para fora.

Quatro minutos depois, Lucas Lima lançou Neto Berola, e Fábio teve que sair do gol para fazer corte providencial. Com 17 minutos, o Cruzeiro chegou a balançar as redes com Vinícius Araújo, mas o jogador estava impedido, e o impedimento foi marcado.Linda jogada de Alisson aos 20 minutos. O meia entortou Victor Ferraz e cruzou para Marcos Vinícius, que pegou de bate pronto, mas isolou.Com um jogo muito amarrado no meio-campo, uma nova chance de gol foi pintar somente aos 34 minutos. Ceará ganhou dividida com Zeca, e a bola sobrou para Marinho.

O meia disparou, cortou para o meio e arrematou, porém, a bola passou ao lado do gol de Vanderlei, com muito perigo. Com 41 minutos, Marinho dominou a bola na intermediária e soltou a bomba. A bola foi para fora, mas assustou o goleiro Vanderlei. Um minuto depois, Ricardo Oliveira mostrou como é que se faz. O centroavante recebeu sozinho e encheu o pé na bola, que foi parar no ângulo de Fábio.Aos 47, bate-rebate na área cruzeirense. Bruno Rodrigo fez o corte, mas Thiago Maia tocou para Marquinhos Gabriel, que bateu colocado, mas a bola subiu demais.No segundo tempo, quem chegou primeiro foi o Santos. Aos dois minutos, Lucas Lima envolveu a zaga celeste em jogada com Neto Berola, que cruzou para Ricardo Oliveira.

O artilheiro do Brasileirão fez o desvio, mas sem a força necessária para mandar a bola para as redes.Dez minutos depois, Ricardo Oliveira recebeu na área e bateu colocado, mas, por pouco, a bola não entrou. Aos 14, Alisson obrigou Vanderlei a fazer grande defesa e, no rebote, Allano chutou para fora. Aos 29 minutos, Arrascaeta fez bela jogada individual pela esquerda e fez o cruzamento na área. A bola chegaria para Alisson marcar, mas Vanderlei conseguiu fazer o corte.O Cruzeiro quase empatou aos 38 minutos. Willians conseguiu bela arrancada e cruzou para Arrascaeta, que pegou fraco na bola, permitindo a defesa de Vanderlei. No minuto seguinte, Fabrício recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.Com 41 minutos, Arrascaeta cobrou falta na área, e Bruno Rodrigo cabeceou por cima da meta de Vanderlei.

Fonte: Terra