São-paulino rechaça facilitação e entrega nervosismo do Flu

São-paulino rechaça facilitação e entrega nervosismo do Flu

Lateral destaca postura do São Paulo, mesmo diante dos pedidos

O lateral esquerdo Carlinhos descartou nesta segunda-feira qualquer facilitação do São Paulo para o Fluminense, na vitória carioca da véspera por 4 a 1. Em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV, o jogador reconheceu que a torcida são-paulina pediu para que a equipe de Paulo César Carpegiani entregasse o jogo para atrapalhar a vida do Corinthians - a exemplo do que aconteceu no Campeonato Paulista de 2004, quando os corintianos dependiam da vitória tricolor sobre o Juventus para não serem rebaixados. Mesmo assim, Carlinhos disse que o São Paulo "complicou bastante", e até fez com que seu sua equipe sentisse "nervosismo" em Barueri.

"O torcedor (do São Paulo) na arquibancada estava pedindo para entregar, e na verdade não foi isso. O São Paulo fez aquele gol de empate e complicou, deu um certo nervosismo no nosso time. Mas depois do segundo gol, a gente ficou mais tranquilo", disse Carlinhos, lembrando as manifestações dos são-paulinos. "Entrei em campo já olhando aquelas faixas, acho que comentaram até do Grafite (autor dos gols da vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Juventus).

Nós, jogadores, viemos com um objetivo só, era a vitória. Independente do que o São Paulo fez, os jogadores estavam concentrados, até porque um empate ou uma derrota poderia complicar bastante a situação do Fluminense", completou.

Fonte: Terra, www.terra.com.br