São Paulo empata com o Mirassol

Com o resultado, o time conquistou seu primeiro ponto na competição e subiu para a 14ª posição

Se a estreia com os titulares não foi boa, a escalação com nove reservas foi apenas um pouquinho melhor. Nesta quarta-feira, Richarlyson salvou o São Paulo de uma nova derrota no Campeonato Paulista. Em casa, o Mirassol abriu o marcador com um golaço de letra de Evando. Mas aos 45 minutos da etapa final, o apoiador tricolor deixou tudo igual após bela jogada individual. (Reveja ao lado o gol marcado por Evando, do Mirassol)

Com o resultado, o time conquistou seu primeiro ponto na competição e subiu para a 14ª posição na tabela. O Mirassol, que também marcou o seu primeiro tento, ocupa o 17º lugar.

As duas equipes voltarão a campo no próximo final de semana. O São Paulo enfrenta o Rio Claro no sábado, às 19h30, no estádio do Morumbi. Já o Mirassol buscará a reabilitação no duelo contra o Barueri, novamente em casa.

Mirassol dita o ritmo no começo

Assim como havia feito na partida do último domingo, contra a Portuguesa, Ricardo Gomes resolveu escalar o time novamente no 4-4-2. Preocupado com a estreia na Taça Libertadores, dia 10 de fevereiro contra o Monterrey do México, o treinador escalou nove reservas. Do time que perdeu na estreia para a Lusa, por 3 a 1, apenas Richarlyson e Jean atuaram.

O Mirassol se aproveitou da situação e partiu para o ataque tão logo a partida começou. E não precisou mais do que seis minutos para abrir o placar. Após cobrança rápida de escanteio, Lins recebeu pela direita, deixou dois marcadores para trás, avançou livre e cruzou rasteiro. Evando, na pequena área, tocou de letra, para o fundo do gol de Bosco. Um golaço.

Em desvantagem, o São Paulo até tentou sair para o jogo. Mas da maneira errada. Como o time não conseguia trocar passes, a defesa passou a fazer ligação direta para o ataque, sem sucesso. O único que tentava algo de diferente era Marlos que, no entanto, era bem vigiado por Diogo Orlando. Os laterais Davi e Richarlyson pouco apoiavam e, com isso, Roger era uma figura decorativa no ataque. O único lance de perigo da equipe aconteceu aos 16, quando Mazola desceu pela esquerda e cruzou rasteiro. A bola atravessou toda a área e sobrou para Marlos, que bateu por cima do gol.

O Mirassol, por sua vez, resolveu apostar na marcação forte e na saída rápida para os contra-ataques. E foi desta maneira que o time quase marcou o segundo gol aos 24. Evando recebeu pela direita e disparou uma bomba, no ângulo de Bosco, que espalmou por cima do gol. Foi o último lance de perigo do primeiro tempo.

Etapa complementar

Irritado com o desempenho da equipe, Ricardo Gomes resolveu fazer uma alteração no intervalo. Ele sacou o apagado volante Wellington e colocou o lateral-esquerdo Junior Cesar. Com isso, Richarlyson seguiu para o meio-campo. A mudança, no entanto, não resultou em nenhuma melhora para o time do Morumbi. O Mirassol seguiu melhor e, aos nove, Evando exigiu bela defesa de Bosco, após cruzamento da esquerda de Anderson Paim.

Aos 18, já com muita chuva, o São Paulo conseguiu arquitetar a sua primeira jogada de perigo no segundo tempo. Davi deu assistência para Jean que, já na área, chutou por cima do gol de Rodrigo Defendi. Logo depois, Ricardo Gomes resolveu mexer novamente na equipe, com a entrada do meia Sérgio Mota na vaga de Mazola.

O time cresceu em campo e, aos 25, criou outra chance. Sergio Mota recebeu de Davi e cruzou na área. André Luis completou de carrinho e o goleiro do Mirassol espalmou. Na volta, Anderson Luiz chutou em cima de Roger e a bola foi na direção do gol. Rodrigo Defendi, esperto, evitou o gol de empate do Tricolor. Três minutos depois, o arqueiro do time do Interior voltou a trabalhar, desta vez em chute de fora da área de Junior Cesar.

Nos últimos dez minutos, o Mirassol recuou para garantir o resultado. E o São Paulo voltou a assustar aos 37, quando Sérgio Mota chutou de fora da área e Rafael Defendi espalmou. Preocupado, o técnico Pintado sacou e pôs o volante Erick. O Tricolor foi para o tudo ou nada. E, aos 45, conseguiu o inesperado empate, em belo gol marcado por Richarlyson. Ele arrancou pelo meio, passou por dois marcadores e bateu de pé esquerdo, no canto direito de Rodrigo Defendi, que saltou e não alcançou.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com