São Paulo encerra novela e assina com a Globo

Assim como os demais times, o contrato fechado nesta terça-feira vai de 2012 a 2015

Principal membro da resistência do Clube dos 13 ao longo da negociação dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro, o São Paulo finalmente assinou com a Globo.

Assim como os demais times, o contrato fechado nesta terça-feira vai de 2012 a 2015. A licitação do C13 havia declarado a RedeTV! como a emissora vencedora, no mês de março. Mas, após longa novela, com direito a audiência no Senado Federal, a própria entidade aceitou abrir mão da concorrência e liberar os acordos individuais das equipes com a Globo.

O evento são-paulino contou com a presença do empresário Roberto Justus --de acordo com o clube, "na qualidade de consultor da presidência". O apresentador, que faz parte de um conselho de ilustres do São Paulo, foi nomeado pelo presidente Juvenal Juvêncio como o responsável para negociar a venda dos direitos de transmissão.

"A assinatura foi precedida de longa negociação, até que as partes chegassem ao consenso acerca das condições e cláusulas dos contratos", diz o site oficial do time.

A exemplo do que aconteceu com as demais equipes, os valores do acerto não foram divulgados sob a alegação de existir uma cláusula de confidenciabilidade nos documentos. O São Paulo, contudo, figura no segundo grupo das cotas, ao lado do Palmeiras e abaixo de Flamengo e Corinthians, que devem receber cerca de R$ 110 milhões anuais.

"Fiquei feliz em poder contribuir com a minha experiência de anos de atuação nesse ramo, colocando-a em favor do São Paulo. Sou um são-paulino fanático e nada me deixaria mais contente do que a oportunidade de poder ajudar meu clube do coração nessa negociação que, pela importância que os direitos de transmissão têm hoje para as receitas dos clubes de futebol, assume uma relevância indiscutível", disse Roberto Justus.

Juvenal Juvêncio, que era um dos nomes que mais defendia o Clube dos 13 --e a licitação da entidade vencida pela RedeTV!--, elogiou a emissora carioca. "A Globo é uma parceira histórica do futebol brasileiro. A possibilidade de poder estender essa parceria por mais quatro anos é, para o São Paulo, motivo de enorme satisfação. Estamos muito contentes com o grande resultado obtido nas negociações", disse.

O diretor da Globo Esportes, Marcelo Campos Pinto, também manifestou satisfação diante da formalização do acerto.

"O notável crescimento da torcida são-paulina nos últimos anos é o resultado dessas conquistas e do trabalho competente feito pelo clube. Por isso, nós da Globo ficamos satisfeitos pela formalização do direito de transmitir os jogos do São Paulo no Campeonato Brasileiro pelos próximos quatro anos."

Em seguida, cartolas de clube e TV almoçaram na sala de reuniões da presidência, no estádio do Morumbi.

Entre os principais clubes do país, os únicos que faltam bater o martelo com a Globo são Atlético-PR e Atlético-MG. Ambos, todavia, já se acertaram verbalmente com a emissora. Assim, além deles, a lista tem Bahia, Botafogo, Corinthians, Coritiba, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Inter, Palmeiras, Santos, São Paulo, Sport, Vasco e Vitória.

Fonte: UOL