São Paulo enfrenta o Guará no Morumbi

O time dirigido por Muricy Ramalho caiu da segunda para a terceira colocação

Por um dia, a Libertadores estará em segundo plano no São Paulo. Nesta quinta-feira, às 15h45m, o Tricolor recebe o Guaratinguetá, no Morumbi, precisando de uma simples vitória para sacramentar a passagem às semifinais do Campeonato Paulista com uma rodada de antecedência. A Rede Globo transmite a partida (menos para a cidade de São Paulo), e você acompanha também, em Tempo Real, no GLOBOESPORTE.COM.

Com a vitória do Corinthians sobre o Ituano, o time dirigido por Muricy Ramalho caiu da segunda para a terceira colocação, com 36 pontos. No entanto, um triunfo sobre a equipe do Vale do Paraíba garante a vaga na segunda fase e o recoloca na vice-liderança, com chances até de superar o Palmeiras, primeiro colocado, com 41.

- É uma decisão para a gente. Temos que ganhar para classificar. Será um jogo duríssimo ? resumiu Muricy.

Apesar do bom momento da equipe, sobretudo após a vitória no clássico contra o Palmeiras, o treinador prega respeito ao adversário. O Guará, sensação do Paulistão no ano passado, faz campanha ruim: está em 13° lugar, com 19 pontos, e ainda corre um pequeno risco de ser rebaixado para a Série A-2.

- Vi o vídeo do jogo deles contra a Ponte. É um time bem armado, com bom meio-de-campo, boa dinâmica e que não joga fechado. Temos que tomar cuidado porque possuem jogadores experientes. Eles não fazem um grande campeonato como no ano passado, mas, mesmo assim, são uma grande equipe ? lembrou.

O São Paulo, porém, vive um sério problema: os cartões amarelos. São sete jogadores pendurados com duas advertências: André Dias, Rodrigo, Hernanes, Jean, Jorge Wagner, Dagoberto e Richarlyson. Mesmo com a Federação Paulista de Futebol não pretendendo zerar os cartões, Muricy descarta pedir para os atletas forçarem a advertência.

- Não gosto de orientar para tomar cartão porque o jogador pode acabar levando o vermelho e não o amarelo.

Muricy Ramalho não fará mudanças. O treinador vai manter o esquema 4-4-2, já que Miranda serviu à seleção brasileira nesta quarta. André Dias e Rodrigo permanecem na posição. O lateral-direito Wagner Diniz, mesmo recuperado de uma fissura no braço direito, ficará fora. Zé Luis segue na equipe.

O grande desfalque do Tricolor será o atacante Borges. O jogador ainda sente dores no joelho esquerdo e, mais uma vez, foi vetado pelo departamento médico. Ele também não havia enfrentado o Palmeiras. Assim, Dagoberto continua ao lado do artilheiro Washington no ataque.

No Guaratinguetá, o técnico Márcio Araújo optou por reforçar a marcação. O zagueiro Renato atuará como volante. Ele entra no lugar de Careca, que deixa a equipe por conta de um estiramento muscular. O lateral-esquerdo Tiago Saletti retorna após suspensão automática. Assim, Jamur vai para o banco de reservas. Os atacantes Rodrigão e Luizão e o zagueiro Dedimar se recuperam de lesões e não devem jogar.

- Será um jogo decisivo para as duas equipes. Nós precisamos pontuar e o São Paulo joga por sua classificação. Isso acaba tornado a partida ainda mais difícil. Por isso, é necessário que nossa equipe mantenha o foco para buscar um bom resultado - explicou o treinador.

Fonte: Globo Esporte