São Paulo garante Morumbi pronto em 2013

Baptista reafirmou que não será usado dinheiro público na reforma do estádio.

Em entrevista à Rádio Jovem Pan, o diretor de marketing do São Paulo, Adalberto Baptista, afirmou que ficou surpreso com os elogios da Fifa ao projeto do Estádio do Morumbi, nesta semana, e que a contratação da nova empresa que readaptou o projeto (uma empresa alemã) foi necessária devida ao porte de uma evento como a Copa. "Não esperávamos os elogios, mesmo antes de entregar o projeto. Mas vamos deixar o Morumbi apto em dezembro de 2012 a receber jogos de uma Copa", afirmou o diretor. "O prazo necessário para rebaixamento do gramado e da cobertura do estádio ficará entre novembro (de 2011) e fevereiro (de 2012)".

Baptista reafirmou que não será usado dinheiro público na reforma do estádio. Apenas o financiamento do BNDES, avalidados em cerca de R$ 120 mi, que complementarão investimentos feitos por parceiros privados. "Garanto que não vai haver um centavo do governo para reconstrução do Morumbi, bancados com parcerias com empresas privadas", disse o diretor, que reafirmou a importância das obras para a população. "A Parte do Governo é na melhoria da infraestrutura. Talvez antecipando obras que só seriam feitas lá na frente".

Fonte: Terra