São Paulo leva virada do Nacional e dá adeus à Libertadores

Time brasileiro se revolta com arbitragem

A lógica e o favoritismo do Atlético Nacional se confirmaram: na noite desta quarta-feira, em Medellín, no estádio Atanasio Girardot, o São Paulo perdeu por 2 a 1 e foi eliminado pelo time colombiano na semifinal da Copa Libertadores da América. A partida começou com pressão e gol do time comandado por Edgardo Bauza, mas com resposta rápida do Atlético Nacional, que agora espera o segundo jogo entre Boca Juniors e Independiente Del Valle para conhecer o adversário que enfrentará na final.

O primeiro gol da partida foi do argentino Jonathan Calleri, logo aos oito minutos, depois de cruzamento de Michel Bastos e finalização de cabeça. Sete minutos depois, o Atlético Nacional pegou a zaga do São Paulo aberta e enfiou bola entre Bruno e Lugano para Borja, autor dos dois gols no Morumbi, empatar a partida.
Image title No fim do primeiro tempo, a arbitragem não assinalou pênalti claro em Hudson, que gerou revolta dos são-paulinos - a partida tomaria contornos dramáticos no segundo tempo, com mais protestos são-paulinos, depois de duas expulsões após o segundo gol do Nacional, em cobrança de pênalti.

Com a derrota por 2 a 0 no Morumbi, o São Paulo é eliminado com o placar agregado de 4 a 1 para o Atlético Nacional. O Independiente Del Valle venceu o primeiro jogo no Equador por 2 a 1 e joga nesta quinta-feira na Bombonera, na Argentina, o jogo de volta contra o Boca Juniors, no outro confronto da semifinal.


Fonte: Uol