São Paulo oferece advogado para defender Portuguesa em recurso

A informação é de uma fonte dentro do São Paulo. “A Portuguesa agradeceu, mas não aceitou”, disse-me esta pessoa.

Depois da atuação desastrosa de João Zanforlin na última sexta-feira no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o São Paulo ofereceu à Portuguesa os préstimos de seu advogado, Carlos Eduardo Ambiel, para defender o clube no recurso a ser julgado no próximo dia 27.

A informação é de uma fonte dentro do São Paulo. ?A Portuguesa agradeceu, mas não aceitou?, disse-me esta pessoa.

Em conversa com o presidente da Portuguesa, Manoel da Lupa, na última terça-feira, durante o programa ?Esporte em Discussão?, da Rádio Jovem Pan, eu cheguei a questionar Da Lupa sobre o assunto. E ele respondeu: ?Vamos manter o Zanforlin?.

Neste mesmo programa, é bom que se frise, eu fiz um comentário dizendo exatamente o que o Dr. Ambiel postou em seu texto, republicado por outro blog no dia de ontem; ou seja, dois dias depois do meu comentário. Disse, na terça-feira, que o Estatuto do Torcedor é lei federal sancionada pelo presidente da República e que sobrepõe ao Código Brasileiro de Justiça Desportiva. E que a Portuguesa deveria usar o Estatuto do Torcedor para se defender.

E parece que vai ser mesmo por aí a defesa da Lusa (clique aqui), bem como se ancorar no ?BID da Suspensão?, um canal que apenas os clubes têm para checar, no site da CBF, a situação dos jogadores. Nele, não constava o nome de Héverton como jogador suspenso (clique aqui).

A CBF está acuada; e preocupada. Segundo o blog Olho no Lance, José Maria Marin, presidente da entidade, entrou em contato com Da Lupa e clamou ao dirigente da Lusa para que ele não entre na Justiça comum. Marin teme repercussões internacionais. E isso, em ano de Copa do Mundo, seria um desastre e uma grande derrota do ponto de vista político para Marin.

Marin tem mesmo que se preocupar. Não apenas os lusos estão revoltados com a condenação da Portuguesa, que a rebaixou para a Série B do Campeonato Brasileiro e beneficiou o até então rebaixado Fluminense. Outros torcedores também. Eles já marcaram manifestação neste sábado (21) em frente ao Masp, na Avenida Paulista, em São Paulo, para protestar contra a situação atual do futebol brasileiro.

O ato foi batizado como ?Pela Moralização do Futebol Brasileiro ? 2º Ato Contra a Corrupção no Futebol Brasileiro? (foto abaixo). A manifestação terá início às 15h.

O texto da convocatória diz: ?Convidamos a todos, independente de seus times, a virem às ruas, mostrar nossa indignação e lutar para que prevaleça a JUSTIÇA e a bola no pé. Sem violência, num ato de união e apoio mútuo, vamos mostrar as autoridades que somos nós quem movimenta a economia do Brasil, somos nós quem movimenta o BRASIL! Como um todo!!! Torcedores unidos contra a CORRUPÇÃO!!! Vista a camisa do seu time do coração, mostre que, assim como nós, és um apaixonado e quer JUSTIÇA!! No saguão do Masp, as 15 horas do próximo sábado! Levem seus cartazes, levem suas famílias, levem suas vozes! CONTAMOS COM VOCÊS!!?.

Fonte: Terra