Vice-presidente São Paulo: "nenhum interesse por Kaká"

Vice-presidente São Paulo: "nenhum interesse por Kaká"

"Quero deixar claro que o São Paulo não tem nenhum interesse em trazer o Kaká nesse momento”, afirmou o vice-presidente do time

O futuro do meia Kaká no Real Madrid é incerto e um possível retorno ao futebol brasileiro passou a ser especulado. O São Paulo, time que revelou o jogador no começo da década passada, logo surgiu como uma possibilidade. Os diretores tricolores, no entanto, negam qualquer intenção de repatriar o jogador.

?Faz muito tempo que não vejo o Kaká. Não há nenhuma procedência. Pelo que estou informado, o Marco Aurélio Cunha, que é nosso conselheiro, teve uma conversa amistosa com Kaká. Quero deixar claro que o São Paulo não tem nenhum interesse em trazer o Kaká nesse momento?, afirmou o vice-presidente de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Foi divulgado no começo da semana um encontro entre Kaká e o conselheiro são-paulino e vereador em São Paulo Marco Aurélio Cunha. De acordo com o jornal espanhol As, o ex-superintendente do clube teria sondado a possibilidade de um retorno. O vereador, no entanto, afirmou que o encontro foi informal e uma volta ao clube não foi conversada.

?Todas as tratativas de jogadores são dirigidas por três pessoas: ou nosso presidente Juvenal, ou o vice, que sou eu, ou o Adalberto, que é nosso diretor. Ninguém está credenciado a qualquer tipo de informação com outros jogadores", disse João Paulo.

Em entrevista à Rádio Estadão/ESPN, o diretor de futebol Adalberto Batista também afirmou ser inviável a contratação de Kaká. ?O Kaká é um jogador que tem um mercado na Europa fantástico, falam em até 80 milhões de euros pra tirar ele do Real Madrid, e isso está completamente fora de nossa possibilidade. Temos uma responsabilidade financeira?, disse.

Contratado por 68 milhões de euros, Kaká não conseguiu desempenhar um bom futebol nas três temporadas que teve com a camisa do Real Madrid, por isso, de acordo com a imprensa espanhola, José Mourinho vê o jogador como negociável.

Fonte: UOL