São Paulo vence e mantém Atlético-MG ameaçado

São Paulo vence e mantém Atlético-MG ameaçado

Casemiro abriu o placar para os visitantes, mas Obina, em duas cobranças de pênalti,

Em jogo de duas viradas no placar, o São Paulo emplacou sua segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro e superou o Atlético-MG por 3 a 2 neste domingo, em pleno estádio Ipatingão, pela última rodada do primeiro turno do torneio.

Casemiro abriu o placar para os visitantes, mas Obina, em duas cobranças de pênalti, virou ainda no primeiro tempo. Já na etapa complementar, Marcelinho e Fernandão marcaram e garantiram o triunfo da equipe paulista.

O resultado deixa o time de Sérgio Baresi na décima colocação, com 25 pontos. Já os mineiros, que esboçaram uma reação depois de baterem o Goiás fora de casa na rodada passada, terminam a primeira metade do Brasileiro ameaçados e na zona do rebaixamento - em 17º, com 17 tentos.

O duelo no Ipatingão foi emocionante e aberto. Fábio Costa foi o personagem no início do jogo, ao salvar o Atlético-MG com uma grande defesa após chute de Dagoberto, mas falhar logo em seguida: Marcelinho cobrou escanteio, o goleiro alvinegro falhou e Casemiro completou para o fundo das redes aos 10min.

A partir daí, porém, os anfitriões reagiram e passaram a chegar com perigo ao ataque. Aos 16min, o árbitro André Luiz Castro, de Goiás, viu pênalti de Miranda em Obina após cobrança de escanteio. O próprio atacante se encarregou da cobrança e partiu para a festa pela primeira vez na noite.

O Atlético foi melhor após o empate, dando trabalho à defesa tricolor principalmente pelas laterais do campo. Os visitantes até assustaram com Marcelinho, que recebeu na área, mas parou em Fábio Costa. Logo depois, Neto Berola respondeu e Rogério Ceni teve que trabalhar.

A equipe da casa conseguiria a virada ainda no primeiro tempo. Serginho fez grande jogada individual e foi derrubado na área por Casemiro. Mais um pênalti, que Obina converteu aos 38min. No entanto, na segunda etapa, o jogo foi outro.

Com Cléber Santana na vaga de Junior Cesar, o time tricolor melhorou a marcação no meio-campo, apertou o Atlético, que pouco conseguia criar, e buscou a virada em jogadas rápidas. Aos 10min, Richarlyson cruzou da esquerda e Marcelinho desviou de Fábio Costa para marcar seu primeiro gol como profissional.

Pouco depois, aos 15min, Marcelinho fez grande jogada pela direita e cruzou para trás. Rafael Jataí tentou cortar, mas falhou feio, dando um presente para Fernandão virar o jogo. Na base do contra-ataque, o São Paulo quase ampliou aos 25min - Richarlyson chutou forte e Fábio Costa segurou.

O técnico Vanderlei Luxemburgo mexeu em sua equipe, com Jackson no lugar de Jataí e Ricardo Bueno no de Neto Berola, enquanto Baresi recuou o São Paulo, trocando Marcelinho por Samuel. Os donos da casa se lançaram para o ataque, mas não evitaram o triunfo. Na última chance, Serginho recebeu de Méndez na área e parou em defesa de Rogério.

Embalado pelo segundo triunfo seguido, o São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira, quando recebe o Flamengo no Morumbi, às 22h (de Brasília). No dia seguinte, às 21h, o Atlético-MG tenta reagir contra o Vasco, em São Januário.

Fonte: Terra, www.terra.com.br