São Paulo vence Ituano e volta a liderar Paulista após cinco anos

São Paulo vence Ituano e volta a liderar Paulista após cinco anos

A última vez que o São Paulo foi líder do Paulista ocorreu na edição de 2006

O Campeonato Paulista tem novo líder. Jogando no Morumbi, o São Paulo derrotou o Ituano por 2 a 0 nesta quinta-feira, contando com dois belos gols de Jean e Dagoberto e assumiu a ponta da tabela, ultrapassando o rival Corinthians pelo número de vitórias. Com o resultado, o time tricolor encerra tabu de cinco anos sem estar na ponta do Estadual.

A última vez que o São Paulo foi líder do Paulista ocorreu na edição de 2006, após vitória sobre a Ponte Preta na 11ª rodada, no dia 25 de fevereiro. Naquele torneio, o time do Morumbi terminou com o vice-campeonato.

Na partida desta quinta-feira, o São Paulo veio a campo com um time cheio de mudanças promovidas pelo técnico Paulo César Carpegiani. Ao menos no primeiro tempo, as alterações não funcionaram, e o torcedor viu um jogo sonolento.

O técnico barrou o zagueiro Alex Silva, promoveu Xandão e o usou na lateral direita. A alteração deixou o time desequilibrado na etapa inicial, por onde surgiram espaços. A falha foi corrigida depois do intervalo.

O setor de marcação do meio de campo foi formado por Jean e Wellington, garoto que começa a ter chances com Carpegiani. O volante, porém, não teve boa atuação e foi substituído por Casemiro no intervalo. À frente, Lucas e Ilsinho formaram uma dupla de criação, com Dagoberto e Willian José no ataque.

O jogo

O São Paulo usou sua velocidade para tentar jogadas ofensivas nos primeiros minutos. No primeiro minuto, Ilsinho cruzou na cabeça de Willian José, que acertou zagueiro adversário. Dagoberto veio na sobra, mas o arremate passou por cima do travessão. Oito minutos depois, Lucas arriscou chute de fora da área e o goleiro Marcelo Bonan espalmou por cima do gol.

Com o passar dos minutos, a partida começou a ficar mais equilibrada, com o São Paulo tendo dificuldade de tocar a bola. Ilsinho tentava jogadas a partir de dribles, mas não passava da intermediária. Dagoberto arriscava tabelas com Juan, sem passar, porém, pela marcação do Ituano.

Uma jogada trabalhada pelo camisa 25 rendeu em boa chance aos 27min, quando o atacante tocou para Miranda e viu o zagueiro finalizar com perigo sobre o gol adversário. O avanço do defensor foi um dos poucos bons momentos da etapa inicial, que viu o Ituano manter o jogo no meio de campo.

O sonolento primeiro tempo só não foi ao intervalo sem gols pela iniciativa de Jean. Aos 41min, camisa 2 tabelou com Willan José, passou pela marcação do Ituano e acertou um lindo chute de perna esquerda no ângulo adversário.

Segundo tempo

Depois do intervalo, Carpegiani buscou melhorar a saída de bola e sacou Wellington para a entrada de Casemiro. A mudança surtiu efeito e em 4min o São Paulo já conseguiu ampliar no placar. Lucas lançou Willian José na área que, em posição suspeita, tocou para Dagoberto completar ao fundo do gol.

O São Paulo pós-intervalo foi completamente diferente do monótono time do primeiro tempo, tocando bem a bola e mostrando o futebol rápido das últimas rodadas. Aos 16min, Lucas arriscou chute de longe e só não fez um golaço por que Marcelo Bonan fez boa defesa.

Depois do início de etapa bom, o São Paulo passou a jogar com mais calma. O Ituano conseguiu sua primeira boa oportunidade aos 25min, em chute de Medina que acertou a trave direita de Rogério Ceni. A equipe visitante passou a ameaçar mais, marcando a saída de bola são-paulina.

Carpegiani usou os minutos finais para usar outras peças para sua equipe. Marlos e Henrique vieram a campo, mas pouco conseguiram produzir. O Ituano ainda teve boa chance aos 44min, em chute de Oliveira, mas Ceni espalmou para a linha de fundo.

São Paulo 2 x 0 Ituano

Gols

São Paulo:

Jean, aos 41min do primeiro tempo; Dagoberto, aos 4min do segundo tempo

São Paulo: Rogério Ceni; Xandão, Rhodolfo, Miranda e Juan; Jean, Wellington (Casemiro), Ilsinho (Marlos) e Lucas; Dagoberto e Willian José (Henrique). Técnico: Paulo César Carpegiani

Ituano: Marcelo Bonan; Max Ferraz, Rodrigão, Anderson Sales e Medina; Junior, Adoniran, Jefferson e Leomir (Alemão); Kleyton Domingues (Fernando dos Reis) e Malaquias (Oliveira). Técnico: Ruy Scarpino

Cartões amarelos

São Paulo: Xandão

Ituano: Alemão e Malaquias

Árbitro

Welton Orlando Wohnrath

Renda e público

R$ 185.646,97/8.373 pagantes

Local

Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Fonte: Terra, www.terra.com.br