São Paulo vence Linense por 3 a 0 e se garante nas quartas

O lance de maior "emoção" foi a expulsão do treinador Narciso por discutir com o árbitro Guilherme Ceretta.


Rogério Ceni foi execrado durante a semana por causa do gol de cobertura sofrido na derrota para o Palmeiras. Neste domingo, o goleiro conseguiu se redimir um pouco ao seu estilo: em cobrança de falta, ele abriu caminho para a vitória dos reservas do São Paulo sobre o Linense por 3 a 0, no vazio Morumbi, pela 13ª rodada do Paulistão.

Desta forma, a equipe de Muricy Ramalho - que colocou o cargo à disposição após a queda no clássico, mas se manteve como técnico - chega aos 29 pontos no grupo A, se garante nas quartas de final e ainda com vantagem de receber o duelo (com apenas duas rodadas para o fim da primeira fase, o Mogi Mirim tem 20 pontos, e o Red Bull Brasil está com 18, mas joga ainda hoje contra o Palmeiras).

O duelo deste domingo foi fraco. Com os reservas em campo, o São Paulo pouco criou na etapa inicial - a melhor chance foi em cabeçada em Paulo Miranda que bateu na rede pelo lado de fora, e a torcida do outro lado gritou gol. O lance de maior "emoção" foi a expulsão do treinador Narciso por discutir com o árbitro Guilherme Ceretta.

A equipe tricolor foi para o vestiário sob vaias dos 5.555 torcedores que foram ao Morumbi.

No segundo tempo, logo aos 7 minutos, Rogério Ceni abriu o placar em bela cobrança de falta - o goleiro Anderson tocou na bola, mas não evitou o gol. Este foi o 126º gol do maior goleiro-artilheiro da história, o 61º de falta.

Aos 30, o segundo veio através de Alan Kardec, que estava na reserva, completando cruzamento rasteiro de Thiago Mendes pela direita. O camisa 14 voltou a marca, de peito, após boa jogada de Ewandro já aos 42 minutos.

Com a derrota, o Linense para nos 13 pontos no grupo C e perde a chance de encostar no Botafogo na briga pela segunda vaga nas quartas - a outra é do Corinthians.

Agora, o São Paulo vai à Argentina enfrentar o San Lorenzo pela quarta rodada da chave 2 da Libertadores, duelo no qual o atual campeão precisa da vitória (o time do Morumbi tem seis pontos, três à frente da equipe do Papa Francisco).

Pelo Paulistão, no outro domingo, o próximo jogo será contra o Botafogo em Ribeirão Preto. O clube de Lins tenta sua recuperação quando receberá o São Bernardo.

 

Fonte: ESPN.com.br