São Paulo vence o Botafogo por 2 a1

Com o resultado, o Tricolor Paulista tem agora 13 pontos, e assume a terceira posição

O São Paulo poderia ter deixado Ribeirão Preto com um resultado ruim na bagagem. Mas não foi o que aconteceu. Depois de um primeiro tempo fraco, o campeão brasileiro tomou um susto no início do segundo, mas contou com mais um dia inspirado de Hernanes para garantir a vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo, neste domingo, pelo Paulistão . O camisa 10 fez um gol (assista ao vídeo) e deu passe para o segundo. Acabou expulso no último minuto. Washington, que perdeu um gol feito, se redimiu ao ampliar o placar. O dono da casa lamentou, principalmente, o gol mal anulado pela arbitragem, que poderia ter mudado o curso da partida.

Com o resultado, o Tricolor Paulista tem agora 13 pontos, e assume a terceira posição provisoriamente. E o anfitrião segue com cinco pontos, na 16ª colocação, mas pode acabar a rodada na zona de rebaixamento. Na próxima rodada, na quinta-feira, o Botafogo visita o Ituano, e o São Paulo recebe a Ponte Preta.

Com um calor de 30 graus e a ameaça de nuvens carregadas sobre o estádio Santa Cruz, as duas equipes começaram a partida com muita pegada, mas pouca criatividade. O melhor lance do São Paulo aconteceu somente aos 13 minutos, quando Hernanes arriscou um cruzamento pela direita e a bola passou por cima de Washington e Borges, saindo pela linha de fundo.

Um minuto depois, o lance se repetiu, mas desta vez a bola caiu nos pés de Borges. O chute, no entanto, carimbou a defesa do Botafogo. Hugo ainda tentou pela esquerda, mas a zaga adversária tirou.

Aos 18, o Botafogo conseguiu uma boa oportunidade após uma falta de André Dias em Silvy. Mas Paulo Santos cobrou muito forte e a bola saiu pelo alto, bem longe do gol de Bosco. Apesar de criar pouco, o São Paulo abriu o placar aos 28. Hernanes pegou uma bola rebatida na entrada da área e, de primeira, soltou uma bomba. Não tinha como Paulo Musse defender.

Aos 31, Hernanes cobrou uma falta na área, em jogada ensaiada, na direção de Borges e Washington. O segundo desviou na direção do gol, mas Paulo Musse fez grande defesa. Só que não valia nada o lance, pois o atacante estava impedido.

O Botafogo realmente ameaçou o visitante aos 38. Após descer pela direita, Calisto se aproximou da área e chutou forte. Bosco precisou espalmar. O São Paulo foi para o intervalo com a vitória parcial, mas sem demonstrar um futebol convincente.

Botafogo acorda, tem gol mal anulado, mas São Paulo se impõe

O começo de segundo tempo foi eletrizante. O técnico Artur Neto resolveu arriscar e colocar mais um atacante em campo, para tentar o empate. Branquinho entrou e mudou a partida. Aos seis minutos, ele recebeu de Thiago Silvy e chutou muito forte para marcar o gol do anfitrião.

Um minuto antes de sofrer o gol, o São Paulo perdeu uma chance com Washington. E no minuto seguinte ao empate, obrigou Paulo Musse a fazer uma difícil defesa. O Botafogo quase virou na sequência com Paulo Santos, que recebeu livre na área, mas finalizou para fora, com Bosco já caído. o Botafogo era outro no segundo tempo.

O São Paulo tentou trabalhar para retomar a vitória. Aos 12, Bosco deu um passe na área para Washington, mas o atacante não conseguiu concluir e perdeu uma grande oportunidade. Chateado, pediu desculpas ao companheiro de ataque.

Fonte: Globo Esporte