São Paulo vence o Vitória por 2 a 1 no Morumbi

O São Paulo soma agora 56 pontos, mas pode ser ultrapassado por Palmeiras

O S?o Paulo segue firme na briga pelo in?dito tricampeonato do Brasileir?o. O Tricolor chegou a tomar um susto, mas conseguiu se recuperar e derrotou o Vit?ria por 2 a 1, de virada, na noite desta quinta-feira, no Morumbi. O resultado, conquistado num jogo disputado sob forte chuva, colocou o time paulista provisoriamente na segunda posi??o, a tr?s pontos do l?der Gr?mio - e agora, o deixa na torcida por Fluminense e Atl?tico-PR, que jogam em casa contra Palmeiras e Cruzeiro, respectivamente, no complemento da rodada. Ao Rubro-Negro baiano, restou lamentar a dist?ncia ainda maior de uma vaga na Libertadores.

O S?o Paulo soma agora 56 pontos, mas pode ser ultrapassado por Palmeiras e Cruzeiro , que jogam no s?bado, mas ainda assim permanecer no G-4. O Vit?ria permanece com 44 pontos, na d?cima coloca??o. Na pr?xima rodada, o Tricolor vai ao Rio enfrentar o Botafogo , no Engenh?o, e o Le?o recebe o Flamengo no Barrad?o. Os dois jogos ser?o na quarta-feira.

Le?o surpreende, e Hernanes empata

Assim como o t?cnico Muricy Ramalho previa, o Vit?ria apostou na velocidade e n?o ficou atr?s o tempo todo, como acontece geralmente com os visitantes no Morumbi. Mas a primeira chance clara foi do anfitri?o. Aos quatro minutos, Miranda lan?ou Dagoberto que, sozinho, tentou acertar o canto direito de Viafara, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Se o S?o Paulo n?o aproveitou a chance, o Vit?ria n?o perdoou. Aos 15 minutos, Marquinhos cobrou escanteio no primeiro pau, e Leonardo Silva subiu mais do que todo mundo para cabecear e vencer Rog?rio Ceni.

A chuva, que amea?ava cair forte desde o in?cio da noite, cumpriu a previs?o. E, no campo, o time da casa tentava empatar a qualquer custo, principalmente nas arrancadas de Dagoberto. Hugo teve uma grande chance aos 21, mas Viafara tirou de soco. Na sobra, Hernanes isolou.

O volante, ali?s, era uma das principais armas do Tricolor para tentar evitar o preju?zo. Aos 23, ele bateu uma falta de longa dist?ncia e assustou o goleiro. Mas aos 28 o jogador conseguiu o que queria. Em uma outra falta na intermedi?ria, ele cobrou e contou com a ajuda da barreira, que se abriu, para empatar a partida. Al?vio para a torcida no Morumbi.

Antes mesmo de Hernanes fazer o gol, a equipe do Vit?ria ainda teve uma boa oportunidade de ampliar com Wallace, que cabeceou ap?s outra cobran?a de escanteio de Marquinhos. Mas a bola passou pelo lado do gol. Depois do empate, o visitante tentou sair um pouco mais, mas o S?o Paulo j? come?ava a dominar a partida.

Viafara ainda tomou um susto ap?s uma forte cobran?a de falta de Rodrigo. A bola bateu no peito do goleiro. Hugo tentou o rebote, mas estava impedido. E Dagoberto protagonizou o ?ltimo bom lance do primeiro tempo, ao arrancar pela esquerda e chutar forte para a defesa do goleiro do time baiano, aos 42. E a chuva s? piorou nos minutos finais.

Virada e mais chuva forte

Logo no in?cio do segundo tempo o S?o Paulo mostrou que voltara determinado a fazer o dever de casa. No primeiro minuto, Z? Luis balan?ou a rede, marcando de cabe?a, mas o ?rbitro assinalou o impedimento.

Mas n?o demorou para que um lance semelhante acontecesse novamente, desta vez v?lido. Aos oito, depois de cobran?a de falta de Jorge Wagner, Hugo partiu de tr?s e cabeceou livre para o gol de Viafara. Os jogadores do Vit?ria reclamaram impedimento, mas o gol foi legal. Hugo e Rodrigo foram comemorar diante da torcida, ajoelhados sobre o escudo do Tricolor.

Vendo que Hugo aparecia mais na frente, como um terceiro atacante, e precisando empatar, o t?cnico Vagner Mancini resolveu apostar na criatividade de Ramon no meio-campo. Mas Muricy tamb?m mudou. Consolidou Hugo no ataque e colocou Richarlyson para fechar o meio.

A entrada de Ramon foi uma boa op??o para o Vit?ria, mas o time n?o conseguia passar pelo S?o Paulo, que recuou com o segundo gol. Mesmo mais cauteloso, o time da casa ainda teve oportunidade de ampliar. Aos 28, Hernanes fez fila na defesa do Le?o, e a bola sobrou para Hugo bater forte. Viarafa fez dif?cil defesa.

O Vit?ria amea?ou, mas n?o conseguiu empatar a partida. Ceni, atento, fez defesas pontuais. O Tricolor tentava nos contra-ataques, principalmente com Hugo e Dagoberto. Mas tamb?m n?o chegou mais a amea?ar. O torcedor queria mais, ficou nervoso nos minutos finais, mas saiu tranq?ilo e aliviado por ver que o time paulista est? mais vivo do que nunca na luta pelo hexacampeonato.

Fonte: Globo Esporte