Sarah pede apoio para manter sede da associação de judô

Sarah pede apoio para manter sede da associação de judô

A meta da associação de judô é oferecer a prática do judô acerca de 200 crianças.

A judoca Sarah Meneses foi à Câmara de Vereadores de Teresina, na última quarta-feira, em busca de apoio para uma associação de judô que ela e o técnico Expedito Falcão fundarão na capital piauiense. A visita foi positiva e a dupla já começa a planejar o funcionamento da entidade.

“Fomos pedir recursos para manter a sede da associação, foi uma boa receptividade. Temos que regularizar a situação para a gente poder ter este direito de receber este recurso e vamos agilizar a documentação. O prédio da sede está em reforma e vamos começar em março”, disse Expedito.

A meta da associação de judô, de nome ainda a ser definido, é oferecer a prática do judô acerca de 200 crianças carentes na faixa etária de 7 a 14 anos. A pretensão é fazer uma parceria com as escolas públicas municipais e estaduais para atender aos estudantes com a prática esportiva.

Segundo Expedito Falcão, o objetivo do projeto é aliar o lado social à descoberta de novos talentos para o judô do Estado do Piauí. “Eu e a Sarah vamos fazer um trabalho social junto às comunidades descobrindo novos talentos. Quem sabe, a gente consegue encontrar um Fabrício ou mesmo uma Sarah. A sede da associação vai possibilitar isso”, acrescenta o técnico.

A ausência de atletas de alto nível, que no futuro possam substituir nomes como o da própria Sarah Menezes, é uma preocupação dos técnicos piauienses que comandam o judô do Piauí. Segundo eles, é preciso políticas públicas voltadas para o esporte no sentido de revelar e formar grandes talentos.

Fonte: Socorro Cruz