Schumacher admite: "Não vou melhorar durante a corrida"

Alemão sofre com o carro da Mercedes e fica de novo atrás de Nico Rosberg

Michael Schumacher saiu decepcionado do treino classificatório do Grande Prêmio da China de Fórmula 1, neste sábado (17). Com o nono melhor tempo do dia, mais de um segundo atrás do pole position, Sebastian Vettel (Red Bull), o heptacampeão afirmou que não espera nenhum progresso na corrida deste domingo (18), às 4h (de Brasília).

O alemão admite que a Mercedes está sofrendo no circuito chinês, sem conseguir um acerto próximo do ideal para a prova. O jeito, disse ele à revista britânica Autosport, é se conformar.

- Nós estamos tendo muitas dificuldades no fim de semana, e pelo fato de que não podemos mudar as configurações do carro entre agora e a corrida, vai ser difícil. Vou ter de lidar com isso.

Schumacher, que mais uma vez ficou atrás de seu companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg, quarto colocado, apontou que a situação do carro irá melhorar no GP da Espanha, primeira etapa da temporada Europeia. É nessa data que a Mercedes pretende estrear a sua grande atualização do carro W01.

Fonte: R7, www.r7.com