Schumacher não terá privilégios na Mercedes

Schumacher não terá privilégios na Mercedes

Chefe da equipe endossa discurso de Rosberg e diz que eles não terão um piloto número 1

O chefe de equipe da Mercedes GP, o inglês Ross Brawn, afirmou nesta segunda-feira (25) que a escuderia não dará prioridade a nenhum piloto na temporada de 2010 da Fórmula 1 - a dupla será formada pelos alemães Michael Schumacher e Nico Rosberg.

- Não temos um piloto número um e não queremos tê-lo.

Preocupado com possíveis privilégios para Schumacher - heptacampeão da F-1 sempre sob o comando de Ross Brawn -, Rosberg disse que ouviu do chefe de equipe e de Norbert Haug (diretor esportivo da Mercedes) que o compatriota não teria vantagens na escuderia.

Rosberg, no entanto, admitiu ter ficado preocupado ao saber do anúncio de que Schumacher seria seu companheiro. O heptacampeão foi tratado como piloto número um em seus tempos de Ferrari, entre 1996 e 2006. Ross Brawn, hoje chefe da Mercedes, era diretor técnico da escuderia italiana.

- Tive algumas dúvidas, especialmente porque Michael tem uma grande relação com Ross e tudo isso.

Fonte: R7, www.r7.com