Schumacher pede desculpas a Rubinho Barrichello via SMS

Schumacher pede desculpas a Rubinho Barrichello via SMS

A polêmica do GP da Hungria parece ter finalmente chegado ao fim

A polêmica do GP da Hungria, quando Michael Schumacher espremeu Rubens Barrichello no muro durante a tentativa de ultrapassagem do brasileiro, parece ter finalmente chegado ao fim nesta quinta-feira. O alemão da Mercedes, que havia publicado uma nota em seu site oficial mas ainda não tinha falado com o brasileiro da Williams, resolveu a questão de uma forma bem moderna: pelo celular. Na Bélgica, ele mandou uma mensagem de texto para o antigo companheiro de Ferrari.

Durante o Barrichello Kart Day, realizado há duas semanas, o brasileiro revelou que Schumacher ainda não tinha entrado em contato com ele para falar sobre a manobra controversa. Já em Spa-Francorchamps, durante uma entrevista coletiva no motorhome da Williams, o brasileiro revelou ter recebido o torpedo de Michael Schumacher nesta quinta-feira.

- Recebi uma mensagem de texto dele hoje (quinta) pelo celular. Alguém disse que eu tinha ficado com a impressão de que ele tinha me jogado contra o muro e Schumacher disse que não foi o caso. Ele se desculpou pelo acontecido. Disse apenas "Obrigado, sem problemas". Aceitei e desejei a ele um bom fim de semana. A vida continua - diz Barrichello.

Schumacher explicou o porquê de ter mandado um SMS para Barrichello. O alemão não quer um clima ruim na 300ª corrida do ex-companheiro e preferiu esclarecer tudo antes do GP.

- Não tenho problemas em falar com Rubens. Existiam duas razões para eu lhe mandar um SMS: este é sua 300ª corrida e temos uma enorme história juntos. Achei apropriado parabenizá-lo e esclarecer o assunto, porque ele sentiu que eu queria jogá-lo no muro na Hungria, mas esta não era minha intenção. Queria estar próximo, mas sem toques. Se ele achou isso, peço desculpas - diz Schumacher, em entrevista coletiva em Spa-Francorchamps.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com