Se despedida se confirmar,craque Ronaldinho deixa o Galo invicto

Se despedida se confirmar,craque Ronaldinho deixa o Galo invicto

Jogador entrou em campJogador entrou em campo em 40 oportunidades, com 27 vitórias e 13 empates no caldeirão do Horto

Ronaldinho Gaúcho ainda tem contrato com o Atlético-MG até o dia 31 de dezembro de 2014, mas a permanência do jogador no clube até o final do ano se tornou uma incógnita. A dúvida existe pela maneira como o meia se comportou ao ser substituído na final da Recopa, pela postura adotada na comemoração do título e também por uma postagem enigmática do próprio meia numa rede social. Alie-se a isso o fato de Ronaldinho não ter o prestígio de outras épocas com o treinador da equipe, atualmente Levir Culpi, que o vem substituindo sistematicamente, e até o cobrou publicamente.

Mas caso a despedida do meia tenha sido no jogo decisivo da Recopa, R10 tem alguns motivos para se orgulhar da passagem por Minas Gerais. Além dos três títulos ? estadual, da Libertadores e da Recopa ? Ronaldinho Gaúcho pode comemorar o fato de jamais ter perdido com a camisa do Galo dentro do Independência. Em 40 partidas, o craque acumula 27 vitórias, 13 empates, nenhum revés e 14 gols marcados.

Sem R10, o Galo viu uma longa invencibilidade dentro do estádio cair, depois de 38 jogos, numa derrota para o Atlético-PR, por 2 a 1, com dois gols sofridos nos minutos finais. Além de perder esse jogo, o Atlético-MG só perdeu outras duas vezes dentro do estádio desde sua reinauguração. Ao todo, desde que Ronaldinho estreou pelo clube, o Galo jogou no caldeirão do Horto 66 vezes, com 45 vitórias, 18 empates e somente três derrotas, mas nenhuma delas com a presença de R10.

Números de Ronaldinho no Independência ano a ano:

2012: 13 vitórias e cinco empates

2013: 10 vitórias e seis empates

2014: três vitórias e três empates

Números do Atlético-MG no Independência desde a estreia de R10:

2012: 13 vitórias e cinco empates

2013: 24 vitórias, sete empates e uma derrota

2014: Oito vitórias, seis empates e duas derrotas

Fonte: Globo Esporte