"Se eu morresse agora já teria valido a pena viver", diz Lula

Lula fez questão de agradecer a cada membro da candidatura Rio 2016

Nitidamente emocionado com a escolha do Rio de Janeiro para sediar os Jogos Olímpicos de 2016, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que está com a sensação de dever cumprido. O mandatário foi um dos líderes da candidatura da cidade brasileira, que deixou Chicago, Tóquio e Madri para trás na decisão do Comitê Olímpico Internacional (COI).

"Se eu morresse agora já teria valido a pena viver. O Brasil provou ao mundo que conquistamos a cidadania absoluta. Para mim é só alegria e agora eu mereço descansar porque foi bem difícil", afirmou Lula.

Lula fez questão de agradecer a cada membro da candidatura Rio 2016 e disse que essa não é uma vitória individual, mas de todo o País que apoiou desde o início a cidade brasileira.

"Essa vitória não é individual, é de 190 milhões de pessoas, é uma vitória da América Latina, em que prevaleceu a razão, a paixão e a verdade. O Brasil merecia isso. A alma do nosso povo, o olhar, o gingado, encanta. Finalmente o mundo reconheceu isso. É a hora e a vez do Brasil", disse o presidente.

Sobre a polêmica levantada pelo jornal britânico The Times, que disse que Lula superou o presidente americano Barack Obama, o brasileiro preferiu desconversar. Obama defendeu a candidatura de Chicago em Copenhague.

"Não ganhei do Obama, foi o Rio que ganhou de Chicago. Eu disse para o Obama vir para cá (Dinamarca), porque falei para ele que seria indelicado se ele não viesse. Mas estou feliz porque a disputa foi difícil, porque as pessoas perceberam que o Rio tem alma, coração e quer de verdade fazer uma Olimpíada", disse.

Fonte: Terra, www.terra.com.br