Fifa se irrita com polêmica de racismo e elogia apresentadora Fernanda Lima

Ele se irritou com a polêmica de racismo que envolveu o nome da apresentadora.

O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, fez elogios ao desempenho da atriz global Fernanda Lima na apresentação do sorteio dos grupos da Copa do Mundo na última sexta-feira. Ele se irritou com a polêmica de racismo que envolveu o nome da apresentadora.

"A Fernanda Lima estava muito relaxada e fez muito bem o seu trabalho. Ela foi convidada para o Bola De Ouro pelo seu desempenho e também porque tem muitos brasileiros concorrendo".

Fernanda Lima apresentou o sorteio dos grupos da Copa do Mundo ao lado do seu marido Rodrigo Hilbert na Costa do Sauípe (BA). A atriz chamou atenção pelo seu vestido curto e ganhou status de musa na mídia internacional. Nesta segunda-feira, ela foi confirmada como co-apresentadora do evento da Fifa que premiará os melhores da temporada no dia 13 de janeiro, em Zurique (Suíça).

Após as notícias de que a Fifa teria vetado as sugestões dos atores Lázaro Ramos e Camila Pitanga para ocuparem as posições de apresentadores no Sorteio Final da Copa do Mundo, optando pelo casal Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert, a entidade máxima do futebol veio a público para desmentir o fato e rejeitar qualquer insinuação de racismo.

Nesta terça-feira, em entrevista coletiva sobre o Mundial de clubes realizada no Marrocos, Valcke voltou a falar de forma irritada sobre o assunto. O secretário da Fifa também aproveitou a oportunidade para desabafar sobre um vídeo polêmico que circulou na internet sobre a suspeita de que o sorteio da Copa havia sido manipulado por ele.

"Poderíamos falar sobre varias coisas a situação dos times. O povo incrível, alguma discussão interessante. Não sobre uma coisa nonsense, doente, coisas estúpidas, que pessoas escrevem para vender. Deveriam tentar saber a verdade antes de escrever. É uma historia insana, a mais estúpida, muito estúpida".

Fonte: UOL