Seedorf, Panucci e outros podem ser futuros técnicos do Milan, diz cartola

Vice-presidente do time italiano reforça chance de Seedorf assumir time como técnico e afirma que Berlusconi tem preferência por ex-campeões

Adriano Galliani, vice-presidente do Milan, admitiu pela primeira vez oficialmente a chance de entrar em negociações com Seedorf, do Botafogo, para que o holandês assuma o comando do time italiano, caso o atual treinador, Massimiliano Allegri, seja destituído do cargo por Silvio Berlusconi, dono do clube.

- Todos aqueles que fizeram história no Milan entram no conclave. A paixão do presidente por seus grandes ex-campeões é absolutamente real e se aplica a Seedorf, assim como aos outros jogadores que fizeram parte Milan, como Panucci e Costacurta - - afirmou Galliani ao jornal italiano "La Gazzetta dello Sport", fazendo uma referência à forma como o Papa é escolhido pelos cardeais na Igreja Católica.

Quem não está gostando das especulações sobre a possibilidade da troca de técnico é a torcida do Milan. Durante a partida contra o Catania, pelo Campeonato Italiano, alguns torcedores levaram cartazes para o San Siro pedindo que a diretoria do clube respeite o trabalho que tem sido feito por Allegri. O treinador agradeceu o carinho e disse não se abalar com as informações que andam circulando pela imprensa sobre sua possível dispensa.

- Eu nunca comentei com o presidente o que está escrito nos jornais. Estou contente por estar no Milan e eu tento fazer o meu trabalho da melhor maneira - diz Allegri.

Rumores, porém, indicam que Berlusconi estaria disposto a tirar Allegri do cargo independentemente do que ocorrer no Italiano - o treinador, inclusive, já teria iniciado conversas para se tornar técnico do Roma, mesmo com contrato até junho de 2014 com o time rubro-negro.

Fonte: GloboEsporte