Seleção Brasileira: Felipão tem início pior do que em 2001 e é superado por Dunga e Mano Menezes

Seleção Brasileira: Felipão tem início pior do que em 2001 e é superado por Dunga e Mano Menezes

Em 2001, treinador perdeu os dois primeiros jogos, mas venceu sua terceira partida

Na preparação para a Copa do Mundo de 2002, Luiz Felipe Scolari foi muito criticado. Naquela ocasião, o comandante havia perdido seus dois primeiros jogos e causado péssima impressão inicial. Doze anos depois, o treinador volta a sofrer com começo fraco à frente da seleção brasileira, soma três jogos sem vitória e tem retrospecto superado pelos criticados Dunga e Mano Menezes.

Os dois últimos técnicos, que jamais foram unanimidade, tiveram, ao menos, início empolgante de trabalho.

Em 2006, Dunga estreou com empate diante da Noruega, por 1 a 1. Porém, logo depois, viu o Brasil vencer a Argentina por 3 a 0 e o País de Gales por 2 a 0, com belas atuações do time canarinho.

Já Mano Menezes foi ainda melhor. O antecessor de Scolari na seleção brasileira e demitido em 2012 teve 100% de aproveitamento em seu pontapé inicial. A equipe triunfou, na sequência, por Estados Unidos, Irã e Ucrânia, marcando sete gols nesses jogos e não sofrendo nenhum.

A mesma sorte passa longe de Felipão, que escolheu por testes contra seleções fortes e amarga o jejum. Em fevereiro, o Brasil perdeu por 2 a 1 para a Inglaterra. Agora, empatou com Itália, no dia 21, por 2 a 2, e Rússia, nesta última segunda-feira (25), por 1 a 1.

Nem mesmo em 2001, quando assumiu a seleção novamente a um ano da Copa do Mundo, o treinador penou tanto para vencer. Até perdeu os dois primeiros confrontos, para Uruguai e México, mas se recuperou na terceira partida ao vencer o Peru.

De alento ao torcedor o fato de que, no Mundial de 2002, Felipão transformou o time na ?Família Scolari? e fez campanha impecável na Copa da Coreia do Sul e Japão. Foram sete vitórias em sete jogos e o pentacampeonato mundial.

Agora, o primeiro torneio oficial do comandante será em junho. Entre os dias 15 e 30, será realizada a Copa das Confederações, no Brasil, torneio que serve como teste ao Mundial do ano seguinte. A seleção brasileira está no Grupo A, ao lado de Japão, Itália e México.

A primeira vitória, contudo, poderá vir em abril. No dia 4, o time canarinho enfrenta a Bolívia, em Santa Cruz de La Sierra. Depois, no dia 24, recebe o Chile, no Mineirão.

Fonte: r7