Selinho de Emerson Sheik vira cartaz provocativo e amplia crise de atacante

“Doutor eu não me engano, quem beija homem é corintiano”, dizia o cartaz

O famoso selinho de Sheik num amigo virou cartaz e decorou postes na rua pela qual os torcedores corintianos entraram no Morumbi. Além de esquentar o clima, a provocação ajudou a ampliar a crise particular do atacante corintiano, que foi ostensivamente ofendido pelos rivais durante o clássico.


Selinho de Sheik vira cartaz provocativo e amplia crise de atacante

?Doutor eu não me engano, quem beija homem é corintiano?, dizia o cartaz, ao lado das fotos do beijo polêmico e do comentarista corintiano doutor Osmar de Oliveira.

A frase virou coro nas arquibancadas num ritual que incomoda cartolas corintianos, cansados de ver o atacante ser provocado por torcedores rivais. A avaliação é de que Sheik inventou uma crise, que tira sua tranquilidade para jogar e prejudica o time num momento delicado. De contrato renovado até 2015, ele fez só dois gols no Brasileirão.

Fonte: UOL