Paulista: Palmeiras sofre no ataque e fica no empate por 2 a 2 com Mogi Mirim

Paulista: Palmeiras sofre no ataque e fica no empate por 2 a 2 com Mogi Mirim

Com 12 pontos conquistados, o Palmeiras ocupa a quinta posição do Campeonato Paulista

Depois de vender Hernán Barcos para o Grêmio, o Palmeiras sofreu ofensivamente, neste domingo, no interior de São Paulo. Gílson Kleina optou pelo jovem Caio Mancha, de 20 anos, mas a equipe criou pouco e ficou no empate por 2 a 2, contra o Mogi Mirim, em Mogi. Márcio Araújo e Souza, ambos de média distância, fizeram para os palmeirenses. O time da casa contou com dois gols de Roni e chegou a liderar o marcador na etapa complementar.

Com 12 pontos conquistados, o Palmeiras ocupa a quinta posição do Campeonato Paulista, o que valeria classificação para a próxima fase da competição. O Mogi Mirim, com 11 pontos, permanece em oitavo, mas tem dois jogos a mais em relação ao São Paulo, que está em nono.

Se já não bastasse a ausência de Barcos, o Palmeiras também não teve Valdivia, lesionado - o chileno, entretanto, acompanhou a partida em Mogi Mirim. Gílson Kleina promoveu ainda a estreia do meia Ronny nos 15 minutos finais e também levou o volante e lateral Marcelo Oliveira para o banco de reservas. Kleber, Charles, Weldinho e Vílson, demais reforços já confirmados, ainda não têm condição de jogo.

O empate palmeirense em Mogi

O Palmeiras iniciou a partida com mais disposição para o ataque e, na primeira boa ocasião, já inaugurou o marcador. Responsável por dois gols nos últimos dois jogos, Márcio Araújo manteve a média com um gol surpreendente. Aos 11min, de fora da área, o volante arriscou e venceu o goleiro Daniel, sem chances diante da conclusão no ângulo.

Em desvantagem, o Mogi Mirim reagiu e retomou a iniciativa do jogo. Mais à frente, ameaçou o gol de Fernando Prass, que freou boa finalização de Wagner. Depois, aos 31min, foi a vez de Prass aceitar. O atacante Roni arriscou de fora e a bola foi forte, mas defensável, e morreu dentro das redes do goleiro palmeirense.

Se a primeira etapa foi movimentada, a segunda também não seria diferente. Palmeiras e Mogi voltaram do intervalo com alterações: Maikon Leite, do lado palmeirense, e também o zagueiro Lucas Fonseca, depois de uma trombada, foram substituídos com dores. O Mogi apostou em Wesley, e Gílson Kleina optou por Vinícius na frente.

Titular do Palmeiras pela primeira vez, o centroavante Caio Mancha chegou a marcar, de cabeça, aos 2min. Entretanto, tinha condição irregular depois da falta cobrada por Wesley. O Mogi Mirim, que buscava o ataque com mais força, encontrou a virada aos 24min. Henrique venceu Wendel na força e na velocidade e finalizou para boa defesa de Prass. No rebote, Roni empurrou para as redes e fez o segundo no jogo.

Gílson Kleina, que havia optado pelo meio-campista Souza no lugar de Caio, e então teve só Vinícius na frente, deixou o Palmeiras mais ofensivo. Ele promoveu a estreia do meia Ronny, ex-Figueirense, e João Denoni foi sacado. A mudança fez os palmeirenses crescerem no jogo, apesar da ausência de um atacante de área.

Destaque do Palmeiras nos dois primeiros jogos do ano, Souza atuou pela segunda vez em recuperação de um edema ósseo e fez as vezes de atacante. Ele recolheu bola solta, fintou a marcação e chutou bonito, cruzado, para amenizar o resultado ruim dos palmeirenses. Depois, ainda teve a chance de virar em cobrança de falta, mas colocou sobre o gol de Daniel.

Nos minutos finais, depois de boa jogada pelo lado esquerdo, Patrick Vieira quase virou para o Palmeiras, mas acabou travado. E no último lance da partida, um tremendo susto para os palmeirenses a redenção de Fernando Prass: Wagner bateu falta, Henrique testou com liberdade e exigiu um pequeno milagre do goleiro.

Ficha técnica

MOGI MIRIM 2 x 2 PALMEIRAS

Gols

MOGI MIRIM: Roni, aos 31min do primeiro tempo, e Roni, aos 24min do segundo tempo

PALMEIRAS: Márcio Araújo, aos 11min do primeiro tempo, e Souza, aos 32min do segundo tempo

MOGI MIRIM: Daniel; Roniery, Lucas Fonseca (Wesley Ladeira), Tiago Alves e João Paulo; Magal, Wagner, Val (Wagninho) e Carlos Alberto (Roger Gaúcho); Roni e Henrique

Treinador: Dado Cavalcanti

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; João Denoni (Ronny); Patrick Vieira, Márcio Araújo, Wesley e Maikon Leite (Vinícius); Caio Mancha (Souza)

Treinador: Gílson Kleina

Cartões amarelos

MOGI MIRIM: João Paulo, Lucas Fonseca e Magal

PALMEIRAS: João Denoni, Wesley

Árbitro

Rodrigo Braghetto (SP)

Local

Estádio Romildo Vítor Gomes Ferreira

Fonte: Terra