Sem cabelo desde os 11 anos, atleta diz que o ciclismo mudou sua vida

Medalha de ouro em Londres, britânica Joanna Rowsell sofre de alopécia e começou a perder os cabelos quando ainda era criança.

Medalha de ouro na prova de perseguição feminina do ciclismo em Londres, a britânica Joanna Rowsell revelou ao mundo seu drama. Aos 23 anos, a jovem sorridente lembra que viveu dias dolorosos quando tinha apenas 10 anos. Com belos cabelos castanhos e lisos, ela foi diagnosticada com alopécia, responsável por uma redução parcial ou total de pelos ou cabelos em uma determinada área de pele.


Sem cabelo desde os 11 anos, atleta diz que o ciclismo mudou sua vida

Aos 11 anos, Joanna já não tinha mais cabelo e nem pelos na sombrancelha. A jovem confessa que sofreu, mas que o ciclismo e o esporte como um todo acabaram sendo a solução para que ela não tivesse mais vergonha de sua aparência.

- Eu estava destruída. Eu adorava meu cabelo longo para fazer tranças. Mas em seguida veio o ciclismo, era uma coisa que me concentrava sempre. De repente, não importava mais a minha aparência e sim o meu desempenho - disse a atleta, que quer servir de inspiração, em entrevista ao ""The Sun"".

Fonte: GloboEsporte