Sem Kaká, Inzaghi dá vitória ao Milan

O Milan chega aos 51 pontos ganhos e se consolida na terceira colocação

Sob os olhares atentos de Kaká, que, ainda se recuperando de uma lesão muscular, acompanhou o jogo das tribunas do Estádio San Siro, Inzaghi brilhou e salvou o Milan. O atacante italiano fez os gols na vitória por 3 a 0 sobre o Atalanta, neste domingo, pelo Campeonato Italiano.

O Milan chega aos 51 pontos ganhos e se consolida na terceira colocação, cinco pontos atrás do Juventus. O líder é o Internazionale de Milão, com 63. A Fiorentina, com 46, é o quarto e último time que estaria classificado para a próxima Liga dos Campeões.

O gol de Filippo Inzaghi logo aos seis minutos trouxe um lado bom e outro ruim para o jogo do Milan. A equipe da casa tinha uma vantagem, o que afinal de contas é positivo. Só que a equipe quase que desistiu de atacar depois de sair na frente no marcador. Sem Ronaldinho Gaúcho e, principalmente, Kaká, ainda se recuperando de lesão muscular na coxa, o Rubro-Negro é um time previsível. Com talentos, mas previsível.

Por isso, o Atalanta, sem medo de arriscar, saiu para o jogo. E foi melhor durante os primeiros 45 minutos. Tinha mais posse de bola. Só que faltava o talento para ser mais eficiente, para chegar na cara do gol. A primeira chance do time de Bérgamo veio apenas aos 29 minutos. Cigarini cruzou da direita, Padoin desviou e a bola sobrou para Guarente. O chute saiu cruzado, com perigo.

Aos poucos, o goleiro Abbiati foi se transformando na melhor figura do Milan na partida. Antes do fim do primeiro tempo, ele fez duas difíceis defesas, impedindo que os visitantes empatassem o confronto.

Milan resolve em três minutos

O Milan voltou melhor para a etapa final. Recuperou o domínio da partida, principalmente porque seus jogadores de meio-campo acordaram. Ainda assim, o jogo estava equilibrado. Mas Inzaghi, com uma ajudinha de Pato, aliviou a pressão. Aos 25, o brasileiro deu passe açucarado para o atacante italiano, que driblou o goleiro Consigli e ampliou.

O Atalanta sofreu uma espécie de apagão. Foram três minutos de desespero. O time de Bérgamo só acordou quando Inzaghi fez o terceiro, aos 28 minutos. Por sinal, um golaço. Zambrotta fez boa jogada pela esquerda, tabelou com Jankulovski e tocou para Inzaghi chutar com o gol vazio para dar números finais ao confronto.

Fonte: Globo Esporte