Sem medo de perder emprego, Dunga enumera problemas e valoriza o bronze

O atual treinador da seleção não está preocupado com o emprego

Logo que o Brasil ficou fora da disputa da medalha de ouro em Pequim, nomes de outros treinadores brasileiros come?aram a surgir na imprensa como poss?veis substitutos de Dunga. Vanderlei Luxemburgo e Muricy Ramalho s?o os mais comentados. Mas o atual treinador da sele??o n?o est? preocupado com o emprego, mas, sim, com a continuidade do trabalho.

No desembarque no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, no come?o da manh? desta segunda-feira, Dunga, que recebeu o apoio de torcedores, estava bem tranq?ilo e falou sobre a press?o de estar no cargo, a campanha nos Jogos Ol?mpicos e os problemas na prepara??o, entre outros assuntos. Confira os principais trechos da entrevista do treinador.

Perman?ncia como treinador

?Este ? um cargo de confian?a, e a pergunta sobre eu continuar tem que ser feita ao presidente Ricardo Teixeira. Falo com ele diariamente e vou seguir o trabalho como ele pediu, estou tranq?ilo. N?o h? mudan?a de planos. Talvez voc?s estejam acostumados com quem se preocupa com cargo, e eu n?o penso nisso. Quando falei que tinha a vida resolvida levaram para o lado financeiro, mas n?o ? por a?, ? quest?o de realizar um trabalho. Nunca procurei emprego, e sim trabalho, por isso tive bons resultados. Quem procura emprego logo fica sem ele."

Sondagens com outros t?cnicos e press?o

?As sondagens n?o me incomodam. S?o todos profissionais competentes. O Vanderlei (Luxemburgo) j? esteve l?, teve um ano para preparar a sele??o ol?mpica e n?o trouxe uma medalha. Tudo pode acontecer, mas na sele??o s? uma pessoa manda, e ? o Ricardo Teixeira.A press?o n?o acontece s? porque ? o Dunga, todos os treinadores da sele??o passam por isso, basta um resultado ruim e j? vem crise e pol?mica."

Valoriza??o ao bronze e problemas na prepara??o

?Gostar?amos de trazer o ouro, mas milh?es de atletas competem, se preparam por quatro anos, e quem n?o trouxe nenhuma medalha est? bem mais chateado que n?s. O Brasil n?o conquistava uma no futebol desde 96. Sabemos que foi feito tudo o que era poss?vel. Mas tem v?rias coisas a se destacar. Trabalhamos apenas 15 dias. Na hora da viagem n?o sabia com que atletas poderia contar, nada era claro em termos de libera??o. Toca o telefone ?s tr?s da manh?, e n?o sabia quem poderia escalar ou n?o. Na hora de entrar em campo chega uma carta dizendo que se o time jogasse com a camisa oficial teria um monte de problemas. Imagina a press?o? Os jogadores est?o de parab?ns porque suportaram tudo."

Elogios aos atletas que brigaram com os clubes para estar na sele??o

?Os jogadores se comprometeram, tiveram atitude, postura, personalidade e car?ter. Pode ser que alguns pessoas n?o estejam contentes porque n?o tem pol?mica na sele??o.Os atletas tiveram todo esse tempo sem folga, alguns brigaram com seus clubes para estar na sele??o e pagaram multa ? 25 mil (cerca de R$ 60 mil) por dia para ficar em Pequim. N?o era esse esp?rito que se queria no Brasil? Estamos criando, e vai ser assim at? o final. Somos firmes porque sabemos da for?a e postura deste grupo."

Fonte: Globo Esporte