Vôlei do Brasil vence o Irã, entra no G-3 e sonha com Londres

O resultado serviu de recuperação para o time nacional (derrotas seguidas para Cuba e Sérvia), que volta integrar a zona de classificação para Londres

Jogando com tranquilidade e autoridade, o Brasil derrotou facilmente o Irã por 3 a 0 (parciais de 25/20, 25/18 e 25/16), nesta sexta-feira, no Yoyogi National Stadium (Tóquio), e alcançou sua sexta vitória em nove jogos pela Copa do Mundo, disputada no Japão. O resultado serviu de recuperação para o time nacional (derrotas seguidas para Cuba e Sérvia), que volta integrar a zona de classificação para Londres 2012.

Com a derrota de virada dos italianos para os poloneses, a seleção reassumiu a terceira colocação após o término da nona rodada, colocando-se na posição limite para uma das vagas aos Jogos Olímpicos do ano que vem. O Brasil chegou aos 19 pontos, cinco a menos que a Rússia, nova líder da competição. A Itália somou um com a derrota por 3 a 2 e tem agora 18, caindo para a quarta colocação.

O próximo compromisso do time brasileiro será na madrugada deste sábado (às 4h do horário de Brasília, com transmissão da Rede Globo e do Sportv), contra a líder Polônia.


Sem sustos, Brasil vence bem o Irã e volta ao G-3 na Copa do Mundo

Bem concentrado, o Brasil foi para a primeira parada técnica com a vantagem de 8/4 e seguiu na dianteira com folga. Comandados por Giba, os brasileiros fizeram 17/11, 22/16 e, apesar de uma ligeira reação iraniana, fecharam a parcial em 25/20.


Sem sustos, Brasil vence bem o Irã e volta ao G-3 na Copa do Mundo

Aproveitando-se do bom desempenho de Hamzeh Zarini, a equipe asiática começou com ímpeto o segundo set, fazendo 3/1, 6/3 e 8/6. Mesmo com erros de saque e ataque, a seleção virou o marcador em 12/11 e abriu.para 16/11. Mostrando paciência e bom volume de jogo, o quadro de Bernardinho definiu em 25/18, após bloqueio de Sidão.

Decididos a selar logo sua sexta vitória na Copa do Mundo, os brasileiros foram com tudo para o terceiro set. Amplamente superior, o time verde e amarelo cravou 18/9 e finalizou os trabalhos fazendo 25/16.

A seleção brasileira iniciou a partida com Marlon, Giba, Sidão, Leandro Vissotto, Murilo, Lucão e o líbero Serginho. No decorrer, entraram Wallace, Gustavo, Bruno.

Confira os demais duelos desta sexta

Sérvia 3 x 1 Egito (25/20, 19/25, 25/20 e 28/26)

Polônia 3 x 2 (17/25, 20/25, 25/23, 25/21 e 15/12)

Cuba 3 x 2 China (25/21, 18/25, 26/28, 25/20 e 15/13)

Rússia 3 x 0 Japão (25/23, 25/16 e 25/23)

EUA 3 x 2 Argentina (27/29, 25/14, 25/17, 20/25 e 15/12)

Classificação, com pontos e jogos, com número de vitórias entre parênteses

1º - Rússia 24 e 9 (8)

2º - Polônia 24 e 9 (8)

3º - Brasil 19 e 9 (6)

4º - Itália 18 e 9 (6)

5º - Cuba 16 e 9 (6)

6º - EUA 14 e 9 (5)

7º - Irã 12 e 9 (5)

8º - Argentina 10 e 9 (3)

9º - Japão 8 e 9 (2)

10º - Sérvia 9 e 9 (3)

11º - China 5 e 9 (1)

12º - Egito 3 e 9 (1)

Fonte: g1, www.g1.com.br