""Semana conturbada refletiu em campo"", afirma Joel

"Esperava que viesse mais pela importância do jogo. Sei que estão chateados, mas não acabou"

A derrota em casa para os reservas do Internacional deu fim a uma semana conturbada em General Severiano. Tudo começou com a punição ao atacante Jobson por atraso em treino. Depois, veio a torcida que compareceu ao treinamento durante a semana para pressionar o time. Por fim, o volante Marcelo Mattos virou desfalque de última hora devido a uma apendicite, que tirou o jogador do restante do Campeonato Brasileiro.

O técnico Joel Santana admitiu que os tumultuados dias que antecederam a partida refletiram no desempenho dos jogadores.

"No geral, a leitura da semana foi ruim. A situação com Jobson já morreu, mas tivemos contusões simultâneas. Caio estava gripado, Somália apareceu com dores no joelho esquerdo. "Isso é ruim", afirmou o comandante alvinegro, que ainda reclamou do fato de os torcedores do clube acrioca não terem lotado o Engenhão.

"Esperava que viesse mais pela importância do jogo. Sei que estão chateados, mas não acabou", finalizou.

Após o resultado ruim deste domingo, o Botafogo caiu para a sexta posição, com 56 pontos. Para chegar ao G4 (que pode dar uma vaga à Libertadores), o Botafogo terá que vencer o já rebaixado Grêmio Prudente, domingo, no Engenhão. Na última rodada, deve fazer a decisão com o Grêmio (4º, com 57 pontos), no Olímpico.

Fonte: Terra, www.terra.com.br